terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Fruta 100% brasileira: jabuticaba

Nativa do Brasil, ela mede entre 6 e 9 metros e é conhecida desde o período do descobrimento. É encontrada de norte a sul, desde o Pará até o Rio Grande do Sul. 

A palavra jabuticaba é tupi e quer dizer “fruto em botão”. Tem um formato arredondado e uma coloração roxo-escura. Sua polpa branca possui algumas pouquíssimas sementes e é de sabor doce e grandemente apreciado.

Ela contém teores espantosos de substancias protetoras do peito. Ganha até da uva e provavelmente do vinho.
Delicada, a fruta se modifica assim que é arrancada da árvore. Como tem muito açúcar, a fermentação acontece no mesmo dia da colheita. A dica é guardá-la em um saco plástico, na geladeira.

A casca tem enormes porções de antocianinas (são pigmentos presentes nas uvas escuras e no vinho tinto), apontados como grandes benfeitores das artérias, além de excelentes teores de pectina. Essa fibra tem sido muito indicada para derrubar os níveis de colesterol.

A pesquisadora da Unicamp Daniela Brotto Lopes Terci, mediu a dosagem de antiocianinas da amora (290), uva (227) e jabuticaba (314). Esse efeito, observado em tubos de ensaio, dá uma pista para compreender, por que a incidência de tumores e problemas cardíacos é menor entre consumidores de alimentos ricos no pigmento.

A antocianina tem uma potente ação antioxidante. Uma vez em circulação, ajudam a varrer as moléculas instáveis de radicais livres. Ultimamente surgem estudos apontando uma nova ligação: as tais substancias antioxidantes também auxiliaram a estabilizar o açúcar no sangue dos diabéticos. Se a maior concentração de antocianinas está na casca, não dá simplesmente para cuspi-la. 

Tudo bem, engolir a capa preta também é difícil. A saída sugerida pelos especialistas é batê-la no preparo de sucos ou usá-las em geleias  A boa noticia é que altas temperaturas não degradam suas substancias benéficas. Mas vale lembrar: bateu, tomou. Luz e oxigênio reagem com as moléculas protetoras. O liquido fica com cor e sabor alterados.

A polpa é rica em ferro, fósforo, vitamina C e boas doses de niacina, uma vitamina do complexo B que facilita a digestão e ainda nos ajuda a eliminar toxinas.


Em 100g da fruta ou um copo do suco:
Calorias: 51
Vitamina C: 12mg
Niacina: 2,50mg
Ferro: 1,90mg
Fósforo: 14g

Suco antioxidante com casca de jabuticaba
Ingredientes
1 copo (médio) com cascas de jabuticabas
3 fatias médias de abacaxi sem casca
1 copo americano de água mineral
Mel ou melado a gosto
Modo de preparar: liquidificar todos os ingredientes, coar e beber imediatamente.

Geleia de jabuticaba
Em um tacho de cobre estoure uma certa quantidade de jabuticaba e leve ao fogo sem deixar ferver. Coe em uma peneira de taquara ou plástico (esprema para melhor aproveitamento). Em seguida, para cada medida de suco, adicione uma mesma medida de açúcar orgânico. Leve ao fogo (no tacho de cobre) até o ponto de geleia e condicione em vidros bem esterilizados. 

Observação: para saber o ponto certo, faça o seguinte: coloque em um copo de vidro até a metade de álcool puro, em seguida coloque uma pequena quantidade da geleia  Se espalhar ou misturar-se ao álcool, ainda não está no ponto. Se permanecer como uma bola consistente, está no ponto ideal.


Créditos: texto enviado por e-mail, pelo Sr. José Aparecido (São Paulo).
           Bambamel Natural

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Unhas fracas ou quebradiças

Os principais sinais do problema são unhas finas e que descamam com facilidade. Têm aspecto poroso e apresentam manchas e irregularidades, além de ficarem mais vulneráveis ao ataque de fungos. 

Ao detectar esses sintomas, procure um dermatologista para identificar o diagnóstico.


O que pode deixar a unha fraca?
Acetona ou removedor e esmaltes em excesso. Ressecam as unhas, o que as tornam quebradiças, sem brilho e com manchas brancas na superfície.
Alimentação pobre em nutrientes e vitaminas.
Produtos químicos como detergentes e produtos de limpeza.
Fungos ou bactérias que se instalam nas unhas.
Anemias, hipotireoidismo, desnutrição por má absorção de nutrientes.

Como deixar a unha forte e resistente?
Use um esmalte adequado (aquele que não tenha ingredientes corrosivos ou que não cause alergia). Produtos como o tolueno e o formaldeído são compostos químicos que estão na composição do esmalte e algumas pessoas podem ser alérgicas.

Use luvas antes de qualquer atividade doméstica.
Uma dieta rica em proteína, nutrientes e oligoelementos é muito importante para mantê-las em ordem. Um mineral que jamais pode faltar é o zinco, que é essencial para saúde das unhas.

Evite tirar as cutículas. Sem elas, a entrada de fungos e bactérias torna-se mais suscetível.
Use bases fortalecedoras formuladas especialmente pelo dermatologista, que tem em sua composição carbonato de cálcio e derivados de quinino.
Mantenha suas unhas sempre hidratadas.

Dicas caseiras para fortalecer as unhas
Receita 1
Azeite de oliva
5 gotas de limão

Misturar levemente e aplicar com um palitinho sem ponta, empurrando delicadamente a cutícula. Passar esta mistura por cima das unhas, em volta da cutícula, embaixo das unhas junto à pele dos dedos, abundantemente. Usar a noite, durante 7 dias.

Receita 2
Um vidro de base incolor
½ alho picado
Um cravo da índia

É só colocar tudo dentro da sua base, dar uma misturada com o próprio pincel, e pronto! Base feita… É tão simples que parece que o único efeito que terá é o cheiro do alho, mas pode ter certeza que sua unha não ficará com cheiro. Passar a base nas unhas durante 2 semanas.

Créditos: Beleza e Saude
Imagem: Reprodução

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Receita de vitamina para limpar a pele

Uma excelente vitamina para tonificar a pele é a mistura de uva, melão e maçã. Esta bebida suave e refrescante deve ser ingerida dois dias seguidos por semana, em substituição do café da manhã, durante 4 semanas para que a pele fique limpa de dentro para fora.


Coloque na centrífuga 1 maçã (120g), 1/2 melão(350g) e 100g de uvas pretas.
Adicione o suco de um limão no copo da vitamina depois de pronta para aumentar a sua capacidade de depuração, e de preferência não adicione açúcar.
Repita o “ritual” no final de cada estação do ano, ou a cada 3 meses.

Créditos: tuasaude.com.br

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Dicas para relaxar a mente e diminuir as preocupações

Exercite-se.
Corra dois quilômetros ou pratique um esporte. Depois disso, é quase garantido que você se sinta menos preocupado. 

O exercício reduz a tensão, queima o excesso de agressividade e frustração, aumenta o sentimento de bem estar, melhora o sono e ajuda a concentração. Provavelmente é o melhor agente natural de combate à preocupação.

Respire.
O controle respiratório pode reduzir a preocupação. Por exemplo, respire fundo e solte o ar devagar,  ajuda a fornecer alívio temporário. Respirar várias vezes pode ser melhor ainda.

Crie vínculos.
Faça parte de algo maior do que você mesmo. Ligue-se a família, amigos, organizações, vizinhança, igreja e trabalho. Ao ampliar sua ligação com a vida, você se sente forte e a sensação de vulnerabilidade diminui.

Fale com Deus. 
Ore todos os dias. Estudos mostram que pessoas que crêem em Deus têm menos depressão. Transfira para o Senhor o poder que é Dele. Livre-se de sua necessidade impossível de controle. Se você não for religioso, medite. Oração e meditação nos ajudam a manter o mundo em perspectiva, pois acalma a mente.

Estruture melhor a sua vida.
Muitas preocupações do dia-a-dia têm relação com a desorganização. O que esqueci, perdi, deixei de ver? Para remediar isso, faça uma lista, mantenha uma agenda diária.

Faça algo de que gosta.
É quase impossível preocupar-se exageradamente quando se está ocupado com algo agradável.

Ignore jornais sensacionalistas.
A mídia adora más notícias e nos dilacera com histórias perturbadoras. Se você não limitar a quantidade de notícias que consome, terá uma overdose de preocupações.

Não beba demais.
Álcool e drogas podem diminuir a capacidade de lidar com a preocupação, pois causam depressão. E podem induzi-lo a tomar atitudes que depois serão motivos de muitas preocupações.

Permita mais contato físico.
As pessoas vivem melhor quando são tocadas e abraçadas. Somos espécie social, não nos damos bem com o isolamento. Descubra alguém de quem goste muito e abrace essa pessoa com frequência. É maravilhoso abraçar os filhos, um irmão ou um sobrinho, por exemplo.

Levante-se.
Desligue-se da preocupação tóxica no momento em que sentir que ela está envolvendo você. Faça isso conscientemente. Levante-se da cadeira, dê uma volta, converse com um amigo. Não se deixe afundar na preocupação. Quanto mais tempo você deixá-la durar, mais difícil de escapar.

Ponha musica em sua vida.
Sem que saibamos por quê, a música reduz a tensão e a ansiedade e, além disso, pode nos fazer produzir mais. Transforme sua casa em um lugar de música agradável. Cante. É difícil se preocupar e cantar ao mesmo tempo.

Chore.
Às vezes, a preocupação é uma forma de tristeza reprimida. Há momentos em que você precisa deixar fluir um rio de lágrimas. Isso pode lavar as preocupações.

Ria.
Tanto quanto puder! O humor é uma das melhores formas de lidar com a preocupação ou com as tensões da vida. Vale a pena rir, mesmo em momentos difíceis. A preocupação tóxica quase sempre implica a perda de perspectiva, e o humor costuma restaurá-la.

Enfim não faça tempestade em copo d'água.
 
Autor: Dr. Edward M. Hallowell 

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Sabe porque não devemos beber durante as refeições?

Fazer refeições ingerindo líquidos, tais como sucos, água ou refrigerantes é um péssimo hábito, criado essencialmente para o comércio faturar mais na hora de vender seu almoço. 

Quem vai a um restaurante e não pede um refrigerante suco ou mesmo água junto com a comida? Ou pior, em qual restaurante não é oferecido?

Ao ingerirmos líquidos durante as refeições estamos, prejudicando todo o processo digestivo, além do organismo demorar muito mais para fazer a digestão, ainda pode causar fermentações e flatulências. Prejudica a absorção dos nutrientes como vitaminas e minerais dos alimentos que estamos consumindo.


Nossos hábitos alimentares (diga-se do brasileiro) é rico em gorduras, frituras e nada de saladas e alimentos saudáveis, então, o pouco de nutrientes que poderíamos absorver dos poucos alimentos bons que ingerimos, são prejudicados justamente porque ingerimos líquidos durante as refeições.

Como todos sabem, a digestão começa na boca, com a mastigação. Se mastigarmos bem os alimentos, produzimos muita saliva, e  não precisamos de líquidos. Aliás, mastigar bem os alimentos também ajuda o processo digestivo a ser mais eficiente e rápido, pois o organismo não vai precisar se desgastar quebrando em pedaços o alimento que poderíamos ter quebrado antes de chegar ao estômago.

Não bastasse tudo isso, com o calor do verão temos o hábito de beber líquidos gelados durante as refeições. O líquido gelado solidifica a parte oleosa dos alimentos, dificultando mais ainda a digestão.

Se o hábito de tomar bebidas junto às refeições é tão forte que não consegue ficar sem, tente ir mudando aos poucos, diminua a quantidade, beba líquidos menos gelados e comece a beber só depois que terminar a refeição. 
O ideal é seguir os hábitos orientais e ingerir chás (mornos) após as refeições. Eles ajudam no processo digestivo, como o chá verde,  hortelã, erva-doce, cidreira e camomila, que são, ótimos para serem consumidos após as refeições.









Os sucos e bebidas geladas podem ser consumidos depois de duas horas após as refeições, para que não atrapalhem o processo digestivo.
Ter uma alimentação saudável não quer dizer só consumir alimentos frescos, crus, não industrializados ou isentos de gorduras, mas também, alterar seus hábitos de vida para algo mais saudável.

Créditos: alimentação saudável
              Bambamel Natural

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...