quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

É hora de se planejar para os vestibulares do meio e fim de ano

A preparação para o vestibular é como um treinamento de um atleta. Pense em um time que volta a um campeonato depois de um período de férias. É difícil adquirir ritmo, portanto ele deve começar a treinar o quanto antes.

Ler é parte fundamental da preparação do vestibulando. Para quem quer ir bem na segunda fase dos maiores vestibulares não basta ler resumo. 

É preciso ler todos os livros da lista obrigatória. A leitura também contribui para aprimorar a redação, agregando conhecimento. É preciso fazer, pelo menos, uma a cada 15 dias.

Como se preparar em casa
Dez mandamentos do vestibulando
1 Sempre estude no mesmo lugar.
2 Distribua as matérias a serem estudadas de acordo com as aulas do cursinho ou do colégio.
Estude matemática em casa no dia da aula de matemática, por exemplo.
3 Divida o estudo de cada matéria em duas etapas, com intervalo de dez minutos entre elas.

4 Programe revisões diárias, semanais, mensais e semestrais.
5 Pule os exercícios que não conseguir fazer. Volte a ele mais tarde ou pergunte ao professor.
6 Descanse em julho, mas reserve a última semana para revisão semestral.
7 Leia jornais e revistas, inclusive os editoriais e as colunas.

8 Compare suas redações às selecionadas pela Fuvest.
9 Antes de cada sessão de estudo, pergunte-se o que já sabe sobre o assunto. Relacione as novas informações a esses dados.
10 Neste primeiro semestre, priorize o desempenho na escola. No segundo semestre, foque-a no vestibular.

Sem cursinho
Consulte os editais das universidades para saber o que deverá estudar.
Distribua em uma agenda as matérias ao longo da semana, dando
mais tempo àquelas em que tem mais dificuldade.

Faça seu próprio simulado
Fuvest
Acesse  www.fuvest.br
Em “fuvest 2013”, selecione “Provas”, escolha o ano do vestibular e baixe o arquivo.
Unesp
Escolha o ano e o semestre da prova, busque o link da prova no calendário e baixe o arquivo.
Unicamp
Clique em “Vestibulares anteriores”, escolha o ano e baixe o arquivo.
Unifesp
Em “Vestibular”, clique em “Documentos", escolha um ano e clique em “Provas e gabaritos”.

Boa sorte!

Créditos:  Jornal  Agora “Educação” – Domingo, 27 de janeiro de 2013 

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

A travessia é tão importante quanto a chegada

O primeiro amor, o primeiro emprego, o primeiro beijo, a primeira casa, o primeiro cliente. Todos esses fatos ficam guardados na memória porque são carregados de emoção. 

Por outro lado, fracassos, mágoas, medos e traumas também imprimem suas marcas.


Boas ou más lembranças que fazem parte de nosso acervo pessoal podem ser consultadas eventualmente como um velho álbum de fotografias, ou influenciar decisivamente em nossa história atual.

O grande risco é se tornarem uma camisa-de-força que nos prende ao passado. Nesse caso, insistimos em repetir o que deu certo e fugir do que saiu errado. 

Nossas apostas recaem em fórmulas desgastadas, em rituais que nos fazem desperdiçar tempo precioso...
Por isso, quem pretende criar uma próxima chance na vida não pode ficar acorrentado ao passado. Ao contrário, seus olhos devem voltar-se para o futuro. Mas aqui vale um alerta: tão importante quanto a chegada é a travessia. 


O caminho a percorrer não pode ser negligenciado em razão da valorização excessiva dos objetivos, do porto de chegada...
Portanto, é preciso planejar o avanço e trabalhar duramente para evitar o maior perigo: naufragar durante a travessia...


Para que isso não aconteça, uma vez definido o ponto aonde se quer chegar,o passo seguinte é decidir como fazer isso... A travessia envolve uma palavra-chave: estratégia...
E o que é essa tal estratégia? É o modo como as pessoas, empresas e comunidades fazem a travessia para o próximo estágio...


Para a busca da próxima chance, afinal seu sucesso depende de duas variáveis importantes: a travessia e o porto de chegada.
E lembre-se: não adianta ter um belo sonho e executá-lo mal, nem executar bem o sonho errado. 

Texto de César Souza, no livro “O momento da sua virada” 

domingo, 27 de janeiro de 2013

Envelhecimento da região do pescoço e colo

Dizem que a idade de uma mulher se vê pelo pescoço, mas isso não precisa ser verdade.  

Apesar de a maioria dos tratamentos de pele ser - tradicionalmente - voltada para outras regiões do corpo, os dermatologistas já têm opções específicas para manter o aspecto jovem do colo. 

Trabalhar para evitar rugas e manchas nessa região deve ser parte do ritual diário de beleza. Por ser uma pele muito fina e sensível e possuir uma quantidade menor de glândulas sebáceas em comparação com outras partes do corpo, ela fica mais facilmente flácida, ressecada e enrugada. 

Confira as dicas e previna o envelhecimento:
Não durma de lado: um dos primeiros cuidados - e dos mais inesperados - é com a posição em que você dorme. Deitar de lado favorece o aparecimento de rugas que, sem tratamento, podem se tornar permanentes e profundas.

Ritual diário: além de hidratar bem a pele, é importante protegê-la do sol. De manhã, um filtro solar com hidratante e fator de proteção 15, no mínimo. Pode ser o mesmo que você usa no rosto. À noite, aplique cremes à base de alfa-hidroxiácidos ou ácido retinoico  que estimulam a produção de colágeno - e previnem o envelhecimento. 

O sol causa manchas marrons e avermelhadas, chamadas poiquilodermia, que devem ser tratadas o quanto antes.  Além delas, ele é responsável pela flacidez, pois acelera a perda do colágeno. O uso de cremes antioxidantes e com vitaminas A, D e E, previnem o ressecamento e o envelhecimento do colo.

Os hidratantes compostos dessas vitaminas e antioxidantes preservam as células de colágeno e fibras de elastina. Além de diminuir os problemas desencadeados pelo sol.

Peeling químico: alguns tratamentos estéticos, como o peeling químico, podem complementar os efeitos dos cuidados diários. No procedimento, que é recomendado para prevenir e tratar as manchas do colo, é realizada uma esfoliação na pele com o uso de ácidos. 

Pode ser superficial ou profundo, dependendo do tipo de ácido usado, e tem a finalidade de atenuar rugas finas, clarear manchas, melhorar o aspecto de cicatrizes provocadas pela acne e tratar o envelhecimento precoce.
Cuidados no dia a dia
Outras dicas importantes de pequenos cuidados com a pele do colo:
Evite tomar banho com água muito quente.
Seque a região do colo sem esfregar, com pequenos toques da toalha.

Faça uma esfoliação suave na região uma vez por semana, seguida de hidratação.
Faça exercícios de ginástica facial. Eles ativam o metabolismo celular, a oxigenação e a circulação sanguínea, deixando a pele do pescoço e do colo mais rígida.

Créditos: zerohora.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/donna/noticia/2012/10/veja-dicas-para-evitar-o-envelhecimento-da-regiao-do-pescoco-3934620.html

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Amor, uma força que nos ajuda a enfrentar os nossos medos

Por Roberto Shinyashiki
O amor é uma força que nos leva a enfrentar todos os nossos medos, criados desde as primeiras experiências dolorosas de aproximação na vida afetiva. 

Ele nos torna corajosos e ousados, prontos a desafiar o tédio e o comodismo, a enfrentar o cotidiano, sem deixá-lo se transformar em rotina. Ele faz nos sentirmos aprendizes, concedendo-nos a suprema compreensão de que, quando somos movidos pelo impulso do amor, realizamos algo. 


No amor, não estamos nos submetendo ao outro, mas sim obedecendo às ordens do sábio que existe dentro de nossos corações. 


O amor nos dá coragem para enfrentar todas as mensagens negativas ouvidas na infância, que poluem nossos pensamentos, como: “homem não presta” e “mulher só dá trabalho”. 

O amor é um sentimento que nos proporciona a sensação de gratidão para com a existência; um sentimento de ser abençoado pela dádiva divina. 

Em retribuição, somos levados a cuidar desse amor. Por isso, não podemos exigir a perfeição do ser amado, pois, como dizia o filósofo grego Aristóteles: 

“O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano à perfeição”. 

O amor é muito mais que o encontro de dois corpos, muito mais que a união entre duas pessoas. 

É a própria consciência da existência: a crença nas forças divinas, que cuidam de todo o universo e que nos levam um ao outro, com a mesma fluidez com que aproximam uma nuvem de uma montanha, que nos proporcionam uma força sobre-humana, que dão energia ao vento, ao mar e à chuva e que nos tornam grandes como pinheiros gigantescos.

No amor, seguimos um caminho realizando uma história, cujo final, apesar de todo o nosso conhecimento, só vamos saber quando a completarmos.

A única certeza que temos é a de que o amor é uma condição inerente ao ser humano. Assim como a flor emana seu perfume, o homem naturalmente exala o amor. Isso é tão inevitável quanto é impossível proibir a terra molhada de desprender seu cheiro.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Maracujá – combate o mau colesterol

Em outras línguas – no inglês, no italiano e no francês, ele é conhecido como fruto da paixão. Além do sabor azedo, é recheado de nutrientes, tem uma forte ação antioxidante e pouquíssimas calorias. 

É rico em vitaminas do complexo B, cálcio, ferro, fósforo, sódio e potássio. Conta com bastante vitamina A e C e muita fibra solúvel.

Um estudo realizado na Universidade Federal do Rio de Janeiro mostra que a casca do maracujá evita os picos de insulina, muito perigosos para os diabéticos, combate o mau colesterol e ainda ajuda a emagrecer, por ser rica em pectina, um tipo de fibra que arrasta gorduras para fora do organismo. É consumida na forma de farinha, misturada em sucos e iogurtes.

Nas sementes, pode ser encontrado um óleo com boa quantidade de ácidos graxos, muito apropriado para uso na cozinha ou até em cosméticos, graças à sua ação emoliente e antioxidante. 

E as folhas do maracujazeiro oferecem igualmente benefícios. Nelas fica a maior parte dos ativos por trás da ação tranquilizante.

Contém alcaloides e flavonoides  substâncias que agem no sistema nervoso central e atuam como tranquilizantes, analgésicos e relaxantes musculares. Ajudam a combater a ansiedade, a depressão e os distúrbios do sono. Não é recomendado usar as folhas diretamente para fazer chá em casa, já que elas têm compostos tóxicos.

Créditos: Revista “Saúde” – Janeiro 2013 – nº 360

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Chás - combinações perigosas

Apesar da combinação entre medicamentos fitoterápicos e alopáticos ser benéfica em alguns casos, esse uso paralelo só deve ser indicado por um médico especialista. 

Caso o paciente já esteja usando medicações tradicionais, é importante ficar atento aos efeitos de algumas ervas, que podem interferir na eficácia dos remédios ou mesmo provocar efeitos colaterais por causa da combinação.
Confira alguns cuidados:

Camomila + Ácido acetilsalicílico
O chá associado ao medicamento pode provocar hemorragia estomacal. Ambos apresentam ação anticoagulante. O ácido acetisalicílico (AAS) geralmente é usado para combater febres, dores e gripes. 

Ginkgo Biloba + Anticoagulantes
A palnta aumenta o risco de sangramento em pacientes que usam anticoagulantes, pois potencializa o efeito do medicamento.

Cuaco + Anti-inflamatórios não-esteroidais
A erva não deve ser usada simultaneamente com esses medicamentos, pois pode potencializar seus efeitos. Os anti-inflamatórios não-esteroidais são usados para combater dores, febre e como antitrombóticos.

É difícil não se render à praticidade dos chás em sachês, que só precisam ser mergulhados na xícara. No entanto, esses produtos podem ter perdido grande parte dos compostos bioativos das ervas, além de possuírem outras substâncias, como os conservantes.

Para que os efeitos benéficos sejam garantidos, o recomendado á adquirir as plantas naturais, sem qualquer mistura, e em locais especializados. 

O ideal é que toda a planta esteja acondicionada numa embalagem, sem estar diretamente exposta ao ar, com o nome botânico da espécie e parte utilizada (raiz, caule, folha).

Comprar a granel, não é o ideal. Por estarem expostas, podem, ter poluição, fungos e outros micro-organismos. As vendidas em ruas podem ser ainda mais prejudiciais à saúde. O aspecto da planta deve ser bom e ela precisa estar seca. 

O odor deve ser característico e o ideal é que o consumidor vá conhecendo os aromas das plantas que costuma usar.

Modo de preparo
As panelas de metal, como as de alumínio, podem interferir nas propriedades das ervas. Assim, as melhores opções para ferver a água são os utensílios de vidro, esmaltados ou com cobertura de teflon, que não transferem partículas do material para a água.

A forma tradicional de preparo do chá é chamada de infusão e consiste em despejar a água fervente no recipiente com a erva, tampar e aguardar de 5 a 10 minutos antes de coar e ingerir. Prepare apenas a quantidade a ser consumida imediatamente ou no dia, para preservar as propriedades da planta.

Créditos: Revista “Sua Saúde”
              Médico especialista em plantas medicinais – Dr. Alex Botsaris
              Fitoterapeuta – André Rezende

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Uma mandala para cada signo

As mandalas são apenas sugestões artísticas para os signos e obviamente podem ser substituídas. Todas foram criadas com base em 8 e 16 lados, que são números relacionados à abundância e à espiritualidade.

Para Áries uma explosão de vermelho, cor que simboliza vitalidade e ambição. O vermelho estimula a confiança em si mesmo, a coragem e uma atitude proativa diante da vida. Mas é preciso parcimônia. Se estamos rodeados de muito vermelho, ele pode influir-nos negativamente e deixar-nos irritáveis, impacientes e inconformistas.
Palavras-chave - Iniciativa, competitividade, dinamismo, energia.




Para Touro uma mandala em tons de verde, ocre, marrom e dourado. Touro é a abundância, a riqueza que a terra produz. O verde tem uma forte afinidade com a natureza e nos conecta com ela. É a cor que procuramos instintivamente quando estamos deprimidos, cria um sentimento de conforto e relaxamento, de calma e paz interior, que nos faz sentir equilibrados interiormente.
Os tons de ocre e marrom são a cor da Mãe Terra, nos trazem a sensação de estabilidade, afastam a insegurança. Combinado com o dourado, que equilibra a mente e está associado à abundância.
Palavras-chave: Praticidade, preservação, produtividade, conforto.

Para Gêmeos a cor de Mercúrio: o amarelo. Cor associada ao intelecto, ao raciocínio e à expressão de nossos pensamentos. Clareia a memória e as idéias. Fortalece o poder de discernir e a capacidade de julgar. Também nos ajuda a assimilar as idéias inovadoras, e contribui para a habilidade de ver e compreender os diferentes pontos de vista.
Cinza e prata equilibram, fortalecem a tenacidade e a versatilidade. São cores que também estimulam o cérebro.
Palavras-chave: Comunicação, sociabilidade, curiosidade, adaptabilidade.

Câncer traz a força da Lua em tons de branco, cinza, prata e pérola. Para favorecer a parte feminina e emocional, os aspectos sensíveis da mente. O prateado é a cor da Lua, que está sempre mudando. Harmoniza, pacifica, é uma cor que ajuda a limpar-nos interiormente.
A cor branca representa a pureza. É a cor mais protetora, contribui à paz e ao conforto, alivia a sensação de desespero e de choque emocional, ajuda a limpar e aclarar as emoções, os pensamentos e o espírito.
Palavras-chave: Acolhimento, emoção, memória, hereditariedade.

Leão é dourado, laranja, amarelo, solar. Cores alegres, anti-depressivas, que liberam a insegurança e as emoções negativas, renovam a fé na vida.
O dourado, assim como o amarelo, está associada ao sol, à abundância (riquezas) e ao poder. Também está relacionada com os grandes ideais, a nobreza, a sabedoria e os conhecimentos. É uma cor que revitaliza a mente, as energias e a inspiração, afasta os medos e as coisas supérfluas.
Palavras-chave: Alegria, liderança, auto-estima, prazer de viver.


A mandala de Virgem tem azul marinho, marrom e amarelo, as cores de Gaia. Os tons de azul escuro estimulam a sede de conhecimento, a integridade, o poder e a seriedade. Os amarelos-terra inspiram estabilidade e a praticidade, afastam a insegurança.


Mercúrio também é regente de Virgem com seu amarelo intelectual, que auxilia a discernir e discriminar. É a cor da inteligência.
Palavras-chave: Aprimoramento, critério, organização, prestação de serviços.


Libra é rosa, a cor do amor. E azul, a cor do equilíbrio. O rosa é uma cor emocionalmente descontraída, que influi nos sentimentos convertendo-os em amáveis, suaves e profundos. Favorece carinho, amor e proteção, sensibilidade. Está relacionado ao amor altruísta e verdadeiro.
O azul é uma cor tranqüilizante, que se associa com a parte mais intelectual da mente, assim como o amarelo. Nos acalma diante do alvoroço das atividades diárias. Também é aconselhável contra a insônia. Ajuda a controlar a mente, traz clareza de idéias, lealdade, confiança, sabedoria, generosidade, e entendimento.
Palavras-chave: Senso estético, elegância, diplomacia, parcerias.

Escorpião também é vermelho, mais escuro e intenso, que simboliza a atração, o amor, a paixão e desejo. Vermelho também é poder, garra e confiança..
Tons de violeta e roxo trazem mudança, transmutação. São cores do mais alto nível espiritual e mental, tem um efeito de limpeza para os transtornos emocionais.
Palavras-chave: Perspicácia, transformação, profundidade, concentração.




Uma mandala descontraída para Sagitário, que quer a liberdade do magenta. Quando uma pessoa se sente desanimada ou preocupada por sua situação, ou quando se sente brava ou frustrada, a cor magenta acalma esses sentimentos e deixa que seu espírito emerja. Também estimula a generosidade, a criatividade e a independência.
Roxos e azuis também inspiram a espiritualidade, a expansão, a proteção psíquica.
Palavras-chave: Expansão, gosto por viagens e aventuras, entusiasmo.


Capricórnio vem com a sobriedade do preto, do cinza grafite e dos tons de terra, numa mandala rica em detalhes. Cores que inspiram austeridade, vida interior, previsão e ordem. O preto é ao mesmo tempo cor de proteção e mistério. Está relacionado com o silêncio e o infinito.
Os laranjas, beges e terra também estimulam a mente, inspiram praticidade, abundância e organização.
Palavras-chave: Capacidade empreendedora, perseverança, sucesso, maturidade.


A cor azul turquesa está associada ao signo de Aquário. É uma cor envolvente, refrescante e tranqüilizante.
O turquesa é aconselhável para o estresse mental, o cansaço e o desejo de purificar-se. É uma cor que nos anima a começar de novo com forças renovadas e idéias novas. Boa para momentos em que nos sentimos sozinhos, nos ajuda a ser mais comunicativos, sensíveis e criativos. Estimula a sede de conhecimento, o mental, a generosidade, saúde, cura, frescor e limpeza.

Palavras-chave: Criatividade, originalidade, ousadia, independência.

A mandala de Peixes traz tons de índigo, violeta e verde-água. Estas cores têm um profundo efeito sobre a mente e são utilizadas pelos psiquiatras para acalmar e tranqüilizar os pacientes que sofrem problemas mentais e nervosos.
O índigo é uma cor muito poderosa para a psíque. É um estimulante para a imaginação e a intuição. Também nos conecta com os impulsos musicais e artísticos, o mistério, a sensibilidade, a beleza e os grandes ideais - inspirando-nos sensibilidade, espiritualidade e compaixão.
O escuro azul da meia-noite age como um forte sedativo sobre a mente, permitindo-nos conectar com nossa parte feminina e intuitiva. O azul-marinho nos faz sentir descontraídos e calmos, como o imenso e escuro mar durante a noite.
Palavras-chave: Inspiração, sensibilidade, imaginação, compaixão.

Recebido por e-mail

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Torta della nonna - delícia italiana

Os italianos têm verdadeira paixão por cozinhar, sentar-se à mesa em boa companhia, abrir uma garrafa de vinho e comer sem pressa. 

Eles são donos de uma culinária simples, que prima pelos ingredientes frescos e ganha sabores próprios em cada uma das 20 regiões – influenciadas pela história e pelas peculiares condições geográficas e climáticas ao longo da península.

Uma delícia da chef Silvia Percussi, adaptada aos ingredientes e paladares brasileiros, que nos ajudam a preparar esta receita à moda italiana.

Torta da vovó
Ingredientes:
Massa:
300g de farinha de trigo
100g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1 ovo
1 gema

Creme
35g de farinha de trigo
2 gemas peneiradas
575 ml de leite
75g de açúcar de confeiteiro peneirado
100g de farinha de amêndoas

Preparo
Massa:
Peneire a farinha com o fermento e junte o açúcar.
Abra uma cavidade no centro e acomode o ovo, a gema e a manteiga.
Trabalhe a massa até ficar homogênea.
Envolva em filme plástico e leve à geladeira por 30 minutos.

Creme:
Bata as gemas com o açúcar na batedeira. Vá adicionando as farinhas e o leite alternadamente, enquanto bate, até homogeneizar.
Leve a mistura ao fogo, mexendo sempre, até engrossar.
Retire do fogo e coloque a panela dentro de uma vasilha com água e gelo.

Montagem:
Abra a massa em dois discos (um maior que o outro).
Forre o fundo e a lateral de uma forma untada e forrada com papel-manteiga com o disco menor.
Espalhe o creme e cubra com o disco maior, fechando bem as bordas (de fora para dentro).
Leve ao forno preaquecido a 180ºC por 30 minutos, até dourar a superfície.
Toste o pinoli e salpique sobre a torta ainda quente.
Espere esfriar e polvilhe açúcar de confeiteiro.

Créditos: coleção 1 da Folha “Cozinhas da Itália” Toscana - Florença
Filha de italianos, a chef Silvia Percussi comanda há mais de duas décadas a cozinha do seu restaurante, a convite do irmão, sommeller e sócio Lamberto Percussi.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Saiba como usar o papel alumínio

O papel alumínio é um item indispensável na cozinha.  

Além de ser indicado em inúmeras receitas para auxiliar no cozimento de alimentos, ele é muito útil como embalagem para conservar, congelar ou carregar alimentos na bolsa.


Como usar o papel alumínio: lado brilhante ou lado opaco?
O papel alumínio possui um lado brilhante e um lado opaco, graças ao seu processo de fabricação.  

As folhas de alumínio são colocadas entre cilindros que vão diminuindo sua espessura até que elas fiquem bem fininhas. Nesse processo o lado que fica em contato direto com os cilindros torna-se fosco.

Podemos usar papel alumínio no micro-ondas?
As folhas de papel alumínio não, mas as embalagens de alumínio sim.
As folhas de papel alumínio não devem ser utilizadas no micro-ondas. Sabe-se que as ondas do forno são muito potentes e podem sobrecarregar o papel com correntes elétricas, o que causaria incêndio. 

Nesses aparelhos, use papel filme ou vasilhames de plástico.
Os micro-ondas modernos permitem que embalagens descartáveis de alumínio sejam utilizadas desde que não encostem nas paredes do aparelho. É recomendada a distância mínima de 3 cm entre a embalagem e as paredes do forno micro-ondas. Caso haja tampa de alumínio retire-a ao colocar o alimento no micro-ondas.

Cinco maneiras diferentes de usar o papel alumínio.
A versatilidade e eficiência do papel alumínio fazem com que este material tenha diversas aplicações. 


Você sabia que além do uso na culinária, também  podemos utilizá-lo para:
1. Passar mais rápido as roupas: coloque uma folha de papel alumínio sobre a tábua de passar, com o lado brilhante para cima e cubra-a com um tecido fino. Como o alumínio reflete o calor do ferro, os dois lados de suas roupas serão passados ao mesmo tempo.

2. Afiar suas tesouras: toda vez que precisar cortar papel alumínio use aquela sua tesoura "cega"! Cortar de oito a dez tiras de papel alumínio é o suficiente para melhorar o corte da tesoura.

3. Manter seu forno limpo. Antes de assar ou gratinar alimentos, cubra o fundo com papel alumínio. Retire o papel sujo assim que terminar de assar.  Não o deixe permanentemente, pois isso pode estragar o forno.

4. Substituir a esponja de aço -  Se seu estoque de esponja de aço acabar amasse um pedaço de papel alumínio e utilize-o para esfregar as partes mais difíceis das panelas. Ele é tão eficiente quanto as esponjas.

5. Decorar bolos. Corte um pedaço de papel alumínio, faça um cone e encha-o com a cobertura de bolo ou sorvete. Depois é só pressioná-lo e usar a imaginação para criar desenhos ou frases para decorar bolos.

Recebido por e-mail

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Erva-mate – emagrece mesmo!

A erva-mate, segundo institutos de pesquisas internacionais, é um tônico estimulante do coração e do sistema nervoso: elimina os estados depressivos, conferindo ao músculo maior capacidade de resistência a fadiga, sem causar efeitos colaterais. 

Após estudos realizados sobre os efeitos fisiológicos exercidos pela erva-mate concluíram: 

O emprego da infusão aumenta as forças musculares, desenvolve as faculdades mentais, tonifica o sistema nervoso, regulariza e regenera as funções do coração e respiração, facilita a digestão e determina uma sensação de bem estar e vigor no organismo, sem acarretar depressões ou qualquer efeito colateral no organismo, como a insônia, palpitações ou agitações nervosas provocadas por outras bebidas similares, permite como bom alimento (natural) que sejam suportadas as fadigas e a fome.


Além de todos esses benefícios, ainda tem mais! Famosa no preparo do chimarrão e do tereré, tem ações diurética e adstringente, ajudando a eliminar toxinas. 

A folha também reduz o apetite e acelera o metabolismo. Percebeu quanto essa erva pode fazer a favor da cintura?

Esse poder vem especialmente da cafeína, que facilita a queima da gordura em excesso no organismo e está presente em grande quantidade na erva-mate. O chá também dá uma leve sensação de saciedade e adia a fome. 

Por ser rica em componentes antioxidantes e anti-inflamatórios, a erva traz mais benefícios: protege o coração, afasta o risco de tumores e adia as ruguinhas precoces.


Quantas xícaras devo beber? 
A recomendação é tomar entre 1 litro e 1,5 litro do chá por dia. Mas sempre até 20 minutos antes ou depois do almoço ou jantar, porque a cafeína atrapalha a absorção de vitaminas e minerais quando consumido junto com as refeições principais.
Posso beber o chá com açúcar?
Se quiser perder peso, beba o chá sem açúcar ou com adoçante. Para amenizar o sabor amargo, uma boa estratégia é bater a infusão com uma fruta adocicada.
O chá em latinha ou sachê funciona?
As duas versões carregam os princípios ativos da erva, mas o efeito costuma ser mais suave. Por isso, dê preferência à erva a granel.
Há contraindicações?
O chá-mate não é recomendado para pessoas hipertensas. Apenas evite a bebida à noite, pois tem efeito estimulante e pode provocar insônia.
O chá pode ser armazenado?
Depois de pronto, ele deve ser consumido em 24 horas. Isto é, se, durante esse período, a bebida tiver ficado na geladeira ou numa temperatura abaixo de 4 ºC.
Dicas de preparo
Leve 1 litro de água filtrada ao fogo. Assim que as primeiras bolhinhas aparecerem, acrescente 2 colheres de sopa cheias de erva-mate verde ou torrada. Desligue o fogo, tampe a panela, deixa descansar por dez minutos e coe. Beba morno ou frio com adoçante e gotas de limão ou canela. Também fica gostoso bater o chá gelado com uma fruta docinha.


Créditos: M de Mulher

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Alimentos antibióticos

Antibióticos são substâncias produzidas por alguns tipos de micro-organismos que apresentam ação antimicrobiana contra outros micro-organismos.

Segundo Sidney Federmann, nutrólogo do Hospital São Camilo (SP) e autor do livro superalimentos que curam e previnem doenças (Discorey Publicações), é melhor consumir frutas ácidas in natura do que em sucos, pois a saliva neutraliza o ácido e as bactérias contidas na garganta, que são levadas ao estômago para serem destruídas. 
Veja a seguir os dez alimentos comprovados pela pesquisa científica:

Alho
Doenças que previnem: diarreias (Campylobacter) e úlceras de estômago (H.pylon).

Atuação: contém alicina, que é responsável por seu aroma. Estudos da Universidade do Estado de Washington, nos Estados Unidos, mostraram que um derivado da alicina rompe o filme protetor da Campylobacter e muda sua estrutura enzimática até matá-la. 

A campylobacter é conhecida por contaminar alimentos e provocar diarreia.  A alicina ainda atua sobre o RNA da H.pylori, causadora de úlceras e do câncer de estômago.

Uso: como tempero de carnes e para refogar pratos quentes.
Quantidade: 600mg de alho por dia, o equivalente a 1 dente cru.

Cebola
Doenças que previnem: intoxicação alimentar provocada por Listeria monocytogenes, Escherichia coli e Staphylococcus aureus.

Atuação: uma pesquisa in vitro realizada pela Universidade de Barcelona, na Espanha, mostrou que extratos de cebola podem inibir o crescimento de uma grande variedade de bactérias que provocam intoxicação alimentar. Graças a duas propriedades antioxidantes,  em maior quantidade na cebola roxa (quercetina e campferol).
Uso: temperos
Quantidade: 1 cebola média por dia.

Eucalipto
Doenças que previnem: infecções respiratórias.
Atuação: seus óleos essenciais impedem a adesão de micro-organismos nas mucosas do nariz e garganta, estimulando sua eliminação pelo corpo.

Uso: como chá quente ou gelado. Cada 1 colher (chá) da planta rende 1 xícara. A planta pode ser batida ainda com suco de frutas ou consumida como xarope, a partir de uma calda de açúcar.
Quantidade: 2 xícaras do chá por dia.





Mel
Doenças que previnem: intoxicação alimentar (Staphycoccus aureus) e úlcera gástrica (H.pylori).

Atuação: contém uma enzima que produz peróxido de hidrogênio, de conhecida ação antisséptica. Pesquisadores da Universidade de Waikato, na Nova Zelândia, comprovaram que o mel destrói cepas da bactéria Staphylococcus aureus. A ação é similar à descoberta pela Universidade King Saud, da Arábia Saudita, contra a H. pylori.

Uso: como adoçante de sucos, cafés, iogurtes e sobremesas. Também pode ser utilizado para conservar frutas em compotas.
Quantidade: 1 colher (sobremesa) por dia.

Cranberry
Doenças que previnem: infecção urinária (Escherichia coli).
Atuação: a fruta possui compostos que impedem a aderência da bactéria no trato urinário, impedindo sua proliferação e facilitando sua eliminação pelo organismo. Um estudo recente da Worcester Polytehnic Institute, nos Estados Unidos, mostrou que a ação da bebida feita com a polpa da fruta, água e adoçante se estende por oito horas.

Uso: como suco. Se possível, opte pela polpa, já que as bebidas de caixinha possuem adição de conservantes e aditivos químicos que reduzem os benefícios da fruta.
Quantidade: até oito copos por dia.

Tamarindo
Doenças que previnem: enfermidades urinárias (Escherichia coli) e intoxicação alimentar (Staphlococus aureus).
Atuação: um estudo de 2006 publicado na revista científica Phytomedicine comprovou o potencial antibactericida do tamarindo. 

Seu mecanismo de ação não está esclarecido, mas acredita-se que a razão do sucesso seja o ácido tantárico, também responsável por sua ação laxativa.
Uso: in natura como suco.
Quantidade: até 3 copos por dia (lembrando que a fruta é laxativa).

Iogurte Probiótico
Doenças que previnem: infecção de bexiga, candidíase (cândida albicans) e vaginose (Gardnerella vaginalis).
Ação: a candidíase e a vaginose são provocadas pelo desequilíbrio da flora vaginal. A ingestão de Lactobacillus ajuda a irradicar as bactérias que, quando em excesso, provocam infecções. 

Os Lactobacillus ainda aumentam as chances de cura e evitam recidiva das doenças.
Uso: consumo de iogurte e leite fermentado com bactérias do tipo Lactobacillus.
Quantidade: até dois potes por dia.


Limão
Doenças que previnem: gastroenterite (Salmonella typhimurium).
Atuação: pesquisa da Universidade Shivaji, da Índia, publicada na British Journal of Pharmacology and Toxicology, mostrou que os flavonoides da casca do limão possuem ação bactericida contra Salmonella. 

O alimento ainda contém outros antioxidantes, como eriodicitol, hesoeretina e d-limoneno.
Uso: limpe e rale a casca. Use-a em sucos, doces e saladas.
Quantidade: uma unidade por dia.

Romã
Doenças que previnem: cáries (Streptococcus mutans) e intoxicação alimentar (B. cereus).
Atuação: não se sabe ao certo a razão, mas uma pesquisa da Universidade Pace, nos Estados Unidos, mostrou que o suco da romã diminui consideravelmente os micro-organismos que vivem na boca. Uso: fruta in natura ou como suco.
Quantidade: 1 unidade ou 1 copo de suco por dia.

Óleo de coco
Doenças que previnem: candidíase (cândida albicans) e cáries (S. mutans).
Atuação: ao ser digerido, o óleo de coco inibe a proliferação de bactérias que vivem na boca. Quem descobriu o feito foi o Instituto de tecnologia de Athlone, na Irlanda. 

A causa provável é que metade do óleo de coco é ácido láurico, precursor da monolaurina. Essa substância possui ação contra bactérias, vírus e protozoários.
Uso: como substituto do óleo de soja ou canola. Ele ainda pode ser misturado em vitaminas, usado para temperar saladas ou na receita de bolos e doces.
Quantidade: até 4 colheres (sopa) por dia.

Créditos: revista VivaSaúde, que teve ajuda de uma equipe de nutricionistas para compilar os dez principais alimentos com ação bacteriana comprovada por pesquisas científicas.
Imagem do tamarindo - créditos: arara.fr

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...