segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Aprenda a andar de salto alto

Não há nada mais poderoso em um visual do que o salto alto! Ele é capaz de deixar qualquer mulher mais elegante, feminina. 

Claro que não é fácil aprender a andar em um salto alto, e nem toda mulher é obrigada a saber utilizar o calçado. Mas ele é um item essencial em eventos formais e para quebrar a rotina do dia a dia.

Aprendi a andar inicialmente com a postura correta, sempre os ombros bem alinhados, pernas esticadas e cabeça para frente. Tente fazer exercícios como se estivesse caminhando por uma linha imaginária, e sempre olhando para o horizonte, com simpatia e elegância.

Veja outras dicas
Se sente dificuldade em andar de salto alto, evite andar com saltos superiores a 8 centímetros.
Aprender a andar de salto alto é algo progressivo, por isso não se preocupe se ao andar, tropeçar inicialmente com os seus sapatos.

Comece por usar saltos mais baixos e mais grossos, pois permite dar mais estabilidade ao seu pé e tenha atenção ao local onde pretende ir. Evite locais muito difíceis de caminhar, como lugares com grama, pedras e transporte público, pois vai dificultar muito esta tarefa. Se for dançar ou se estiver contando ficar de pé por longos períodos de tempo, escolha saltos que estejam de acordo com este tipo de situações.

O mais importante neste processo é praticar. Tente praticar em frente a um espelho em que possa visualizar todo o seu corpo para que possa adequar a posição dos seus pés ao sapato. O peso do seu corpo deve ser distribuído de forma igual sobre os seus pés. Aproveite para praticar algumas poses e ver que roupa combina melhor com o tipo de sapato que escolheu.


Não saia imediatamente para a rua logo após ter comprado os sapatos de salto alto. Se não estiver habituado a andar com este tipo de sapato, pois poderá ter uma desagradável surpresa. 

Comece dando pequenos passos dentro de casa e finja que não está usando salto. Procure sentir-se confortável ao usar saltos maiores, por isso não dobre mais os joelhos por causa desta nova situação. 

Tente ficar equilibrada em cima dos sapatos e coloque o peso do seu corpo para a frente, de maneira a transferir este peso para o seu pé. Atenção a este detalhe, não coloque o peso sobre o salto e não mova o outro pé sem que sinta confiança para isso. 

Ande em todas as direções e diferentes superfícies para se certificar que começa a dominar o salto alto. Vai notar que o seu quadril balança à medida que anda, mas isto é normal e não vai deixar de acontecer. No entanto, procure não balançar demasiado e trabalhe neste detalhe.

Outra coisa a ter atenção são as escadas que podem ser um verdadeiro perigo. Quando descer direcione os seus pés em ângulo para o corrimão ou para a parede se esse for o caso, e desça sem fazer um grande esforço. 

Certifique-se que o sapato e o peso que assenta sobre ele estão totalmente sobre o degrau. Se subir as escadas, apoie a parte da frente dos seus pés nos degraus.
É fundamental que passe uma boa imagem, por isso ande com confiança e treine bastante em casa até dominar este tipo de saltos.

Créditos: Bambamel Natural
               modadehoje.com
               Imagem da sandália: modabeleza.net

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Pressão alta – uma explicação!

 O sangue leva para nossas células todo o combustível necessário para manter  a nossa vida:
- açúcar (glicose) oxigênio, hormônios e alegria. E retira das células o lixo da combustão:
- ácidos, gás carbônico e eventuais tristezas.

Para realizar esse trabalho, o sangue precisa circular por todo o organismo. Assim como todos os rios correm para o mar, o sangue corre sempre para o coração.

O sangue sai com força do coração, percorre “quilômetros” de artérias e volta ao coração trazido pelas veias. Para que o sangue possa circular pelo corpo é necessário que uma bomba (o coração) faça força (pressão) para empurrar este sangue por dentro das artérias. 

Ao passar  dentro das artérias o sangue encontra uma resistência (pressão), provocada pelo atrito. Quanto mais estreita é a artéria, maior a resistência (pressão) à passagem do sangue. A força do coração para bombear o sangue é chamada de pressão máxima, ou sistólica.

A resistência que a artéria oferece à passagem do sangue é chamada de pressão mínima, ou diastólica. Desta forma, quando o médico diz que sua pressão é 12 por 8, ele está informando que a pressão (força) exercida pelo seu coração para empurrar o sangue pelas artérias é igual a 12 milímetros de mercúrio (mmHg) e que a pressão (resistência)  que essas artérias estão oferecendo à passagem do sangue é de 8 mmHg.

A pressão máxima tem que ser sempre maior do que a mínima, para que o sangue possa circular. Não existe pressão de 8 por 12, nem 6 por 10, porque se a mínima for maior do que a máxima, o sangue não circula.

A pressão arterial depende da largura (calibre) da artéria. Artérias com calibre normal permitem que as pressões máxima e mínima sejam também normais. Se o calibre da artéria estreitar, aumenta o atrito do  sangue e a pressão mínima; o coração terá que fazer mais força para empurrar o sangue dentro da artéria, aumentando a pressão máxima.

Veja exemplos:
- artéria com calibre normalo sangue passa sem dificuldade. Pressão arterial normal, 12x7. Neste caso, a força que o coração faz – pressão máxima - está normal, porque a artéria tem calibre adequado e não faz grande resistência à passagem do sangue (pressão mínima normal). 

- Artéria com calibre reduzido – o sangue passa com dificuldade. Pressão arterial alterada, 18x10. Quando o calibre da artéria fica reduzido aumenta a resistência à passagem do sangue e, consequentemente se eleva à pressão mínima se eleva. Quando a pressão mínima se eleva, o coração tem que fazer muito mais força para empurrar o sangue, e assim, se eleva também à pressão máxima.

A pressão arterial (ou pressão alta) tem sua origem no estreitamento do calibre das artérias (aumento da pressão), o que obriga o coração a também aumentar sua pressão para poder empurrar o sangue por dentro destas artérias estreitadas. Não se conhece, até hoje, o motivo pelo qual as artérias ficam mais finas. Enquanto não se descobrir este motivo, não haverá cura para a pressão alta.

Os remédios para pressão alta têm a finalidade de dilatar a artéria, fazendo com que ela volte para seu calibre normal. Quem tem pressão alta deve tomar seus remédios regularmente. Não adianta tomar medicamentos durante um certo tempo e achar que está curado ou simplesmente parar de tomar, pois a pressão volta a ficar alta. Isso acontece porque o remédio não está atuando sobre a causa da hipertensão (não se sabe qual é), mas sim sobre seus efeitos (o estreitamento da artéria).

Quem tem pressão alta geralmente pode, a critério médico, deixar de tomar remédios (e manter a sua pressão normal) se:

- reduzir o peso corporal e mantê-lo normal;
- praticar exercícios físicos regulares, como caminhadas (de preferência todos os dias), por no mínimo 30 minutos;
- evitar bebidas alcoólicas;
- nunca fumar;
- evitar alimentos com muito sal e gordura;

Créditos: rhvida - Bambamel Natural

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

A verdade de cada um

Apesar de termos em comum a condição humana, em toda a sua grandeza e fragilidade, somos, cada um de nós, expressões únicas e especiais da existência. 

Quanto mais nos mantivermos conscientes deste fato, mais imunes estaremos às comparações e tentativas de nos igualar aos outros, ou às pressões que buscam fazer-nos seguir caminhos diversos daqueles determinados por nossa essência interior.

Resistir a estas pressões nem sempre é fácil, especialmente na infância e adolescência, quando a consciência de quem de fato somos ainda não está formada, e, por isso mesmo, dependemos da aprovação externa para nos sentirmos alguém de valor.

Por essa razão, muitos chegam à idade adulta ainda carregando esta obsessiva necessidade de reconhecimento, seja ela consciente ou não. Encontrar a própria verdade e saber reconhecê-la exige coragem e um olhar atento para nosso próprio interior.
Somente ele pode nos revelar qual é a nossa verdade, do que realmente precisamos para sermos felizes e o que pode ser descartado porque não passa de ilusão, algo em que durante muito tempo acreditamos, mas que nos foi imposto pelo mundo como sendo o melhor.

Respeitar a verdade de cada um é um aprendizado valioso, sem o qual jamais conseguiremos construir um mundo de paz, pois o amor e a harmonia só podem brotar onde estiverem presentes a compaixão e a solidariedade.


Quebrando o condicionamento
“Depende de cada pessoa o que ela gostaria de fazer com a sua vida. A vida não é preordenada. Ela é uma oportunidade. O que você fará com ela depende de você. Essa liberdade é a prova de que você é uma alma, essa liberdade é a dignidade de você ser uma alma.

Ter uma alma significa que você tem o poder de escolher o que você quer fazer. E a coisa interessante é que você pode ter passado por alguns atos e situações milhares de vezes e, ainda assim, você pode sair fora disso, livrar-se disso, neste exato momento, se você assim decidir.

Mas o que acontece é que a mente tem a tendência de seguir o curso que oferece a menor resistência. Se você derrubar um copo d’água no chão da cozinha, depois de algum tempo ela terá evaporado, deixando atrás apenas uma mancha seca. Agora não tem mais nenhuma água ali, apenas uma marca seca, indicando que anteriormente havia água fluindo ali. Se você derrubar água nesse mesmo chão outra vez, existe noventa e nove por cento de chance de que a água siga o mesmo curso, porque ele oferece menos resistência.

Em comparação com as outras partes do chão, existem menos partículas de poeira naquela parte seca; fluir por ela é mais fácil – a água correrá por ali.
Coisas que fizemos muitas vezes se tornaram marcas secas, e são conhecidas na psicologia como nosso condicionamento. Repetidamente o ato acontece seguindo a mesma rota; mais uma vez a energia é criada e flui. Procurando o caminho de menor resistência, acabamos seguindo a mesma rota.

Mas a marca seca nunca nos pede para fluir por ela. Ela nunca lhe diz que se não fluir por ela, haverá uma ação judicial contra você. Ele nunca diz que há uma lei determinando que você tem que seguir aquele caminho, ou que a existência está ordenando que você siga por ali.

Aquela marca seca é simplesmente uma oportunidade aberta, mas a escolha é sempre sua. Se a água decidir não fluir por aquela marca seca, ela pode fluir numa nova rota. Uma nova rota, uma nova marca seca será deixada ali; um novo condicionamento terá sido formado.Religiosidade é capacidade de decidir. É um esforço para fazer com que as coisas aconteçam diferentemente de como têm acontecido sempre. É uma escolha, uma determinação. Repetir o que tem acontecido sempre até ontem, pode ser evitado – através dessa compreensão (Osho, Inner War and Peace).”                                                   

Elisabeth Cavalcante
Claudia Michepud Rizzo
Créditos: Com autorização: Equipe sabedoriauniversal.wordpress.com

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

As descobertas maravilhosas do vinagre de maçã natural

O doutor Dc Jarvis, famoso médico naturalista norte-americano, nascido no Vermont, estado do nordeste americano, e suas descobertas maravilhosas sobre o vinagre de maçã natural e a medicina popular do Vermont – U.S.A., afirmava que "a cura para uma série de males pode estar num dourado, singelo, mas poderoso líquido, que na maioria das vezes nos passa despercebido: o vinagre de maçã natural, aquele vinagre feito da maçã in natura, com um pouco de açúcar mascavo (para enriquecer com os seus nutrientes preciosos e dar um excelente aroma ao produto final) e água microfiltrada. 

Um vinagre de maçã natural carregado de substâncias "vivas”, sem conservantes, essências ou corantes, não pasteurizado ou esterilizado, nutritivo e poderoso coadjuvante nos processos fisiológicos e bioquímicos do corpo.

Em suas experiências, o doutor Jarvis notou a relação intima do potássio contido no vinagre de maçã natural com a saúde. A medicina popular do Vermont sustenta que o potássio é o mais importante dos minerais – o mineral dos "deuses”. 

O que o cálcio é para os ossos, o oxigênio para os pulmões, é o potássio para o sistema nervoso. O potássio é tão necessário à vida de qualquer ser, que sem ele não haveria vida. Ele é a ponte bioquímica que atrai os nutrientes para dentro das células. Esse mineral nunca é encontrado isolado, está sempre associado a um ácido: observou, por exemplo, que o cálcio é solúvel quando em contato com um ácido como o do vinagre de maçã. Por outras vias concluiu então, que o cálcio se precipita em meio alcalino e se dissolve em meio ácido. 

O cálcio excedente é um dos principais agentes endurecedores e obstrutores.
O vinagre de maçã é um excelente nutriente, fortificante, depurador do sangue, rejuvenescedor do organismo e excelente emagrecedor. Atualmente há pesquisas sobre a ação do vinagre de maçã natural em doenças mais graves ainda, com resultados surpreendentes e positivos.

E qual é a dose necessária
Vejamos : diariamente às refeições, ou entre elas, bater bem uma colher das de sopa de vinagre de maçã, com uma colher das de chá de mel de abelha, ou apenas água tomando em seguida. 

Afirma o doutor Jarvis que, após três meses desse tratamento (exceto se a calcificação seja muito antiga, pode demorar um pouco mais sua atuação), o sangue volta a adquirir a natural acidez dissolvendo o cálcio excedente aderido nas articulações e desobstruindo as artérias e vasos sanguíneos. 

Paralelamente, a pessoa experimenta uma sensação de bem estar; a digestão é favorecida, produz um sono reparador e o aumento da vitalidade física, combatendo a fadiga crônica. Desaparecem os gases intestinais, o amargor da boca e restabelece-se a energia vital em todo o organismo. 

Pessoas que sofrem de hemorroidas podem sentir depois de algumas semanas, tomando o vinagre de maçã, o mal regredir até desaparecer. A vista melhora consideravelmente devido ao processo purificador do sangue. Os sintomas de tonturas também desaparecem com a dieta ácida do vinagre de maçã. Ademais, verifica-se um vigoroso crescimento e fortalecimento dos cabelos, como consequência também, observa-se um emagrecimento natural, a pele volta a adquirir sua jovialidade e beleza. 

Os dentes se fortalecem e desaparece o mau hálito. Por outro lado, as pessoas sujeitas a frequentes dores de cabeça (cefaleias), vêem cessar esses incômodos, tomando três vezes ao dia, uma colher das de sopa de vinagre de maçã com água e mel, pois isso assegura resultados magníficos, afirma o doutor Jarvis. 

O tratamento do artritismo
Um fazendeiro que sofria de artritismo na nuca e no pescoço disse que antes de começar a tomar dez colheres das de chá num copo de água, a cada refeição, tinhas todas as articulações doloridas. 

Com a ingestão diária, várias vezes ao dia, o mal foi regredindo paulatinamente até desaparecer. Além da inchação, sofria de dores nas articulações, mas depois de algum tempo com esse tratamento, tudo regrediu e finalmente desapareceu por completo.

Para os que sofrem de artrite nos dedos
Além de tomá-lo com água ou mel, deve-se submergi-los no vinagre de maçã quente, durante dez minutos. Com esse tratamento, depois de certo tempo, desaparecem a dor e a deformação.

Dores de cabeça crônica
As dores de cabeça crônicas são atribuídas aos olhos, ao estômago, aos rins, ao fígado e a sinusite. Durante vários anos o doutor - apurou com ajuda de pessoas que sofriam desse mal - se a enxaqueca aparecia quando havia uma reação urinária ácida ou alcalina. Quando a urina estava ácida, as enxaquecas eram menos frequentes, mais brandas, ou desapareciam. 

Dessa forma, recomenda que as pessoas que sofrem desse mal necessitam conhecer os fatores que alcalinizam a urina e então combatê-los, ou seja, necessitam corrigir sua dieta para mais ácida, com a ingestão de folhas vegetais, frutas e, usufruir os benéficos ácidos do vinagre de maçã natural.

Dores de garganta
O remédio mais aplicado pela medicina popular do Vermont para inflamação da garganta é o gargarejo com o vinagre de maçã natural: aliás, muitos profissionais do palco, atores, professores, oradores, locutores, fazem uso do vinagre de maçã diariamente. 

Fazem o gargarejo com uma colher de chá num copo dágua para limpar e proteger a garganta e as cordas vocais. Surpresa é que este tratamento liquidou a contaminação produzida por streptocuccus, em 24 horas num paciente. Verificou o doutor Jarvis que a membrana formada sobre as amídalas desaparecia em dez horas.

Nas afecções reumáticas
A real origem desta doença está no sangue impuro, nas toxinas que não foram eliminadas e na deficiente função dos diversos órgãos; num antinatural regime alimentar ou devido a cargas hereditárias. 

Portanto a cura do reumatismo é obtida pela purificação do organismo em geral, de modo que a pele e a circulação sanguínea reacionem devidamente ante as bruscas mudanças de temperaturas. A medicina popular do Vermont, nesse caso, aconselha fazer a ingestão diária de vinagre de maçã natural tomando duas colheres com água e mel. Nas afecções reumáticas locais recomendam-se compressas quentes de vinagre de maçã. 

Proceda-se da seguinte forma: aquecer duas xícaras de vinagre de maçã, usando um pano grosso, preferivelmente lã, para que se conserve o calor. Fazer a aplicação local, três vezes ao dia, se possível a intervalos regulares.

Hipertensão
Poucos problemas têm tanta gravidade como a hipertensão, sendo indicadora de males ainda mais graves como as cardiopatias, derrames, crise renal. Há uma ligação com os estados emocionais e o meio ambiente. 

Que faz a medicina popular do Vermont no caso de hipertensão? A natureza indica uma alimentação rica em carboidratos, composta por frutas, brotos, folhas comestíveis e mel, em vez de uma alimentação rica em proteínas e composta de ovos, carne, leite, queijo, ervilhas, feijão e nozes. 

Esse tipo de alimentação provoca o aumento considerável da alcalinidade do sangue, exceto se há um contrabalanço com a ingestão de ácidos como o vinagre de maçã natural, e outros alimentos igualmente ácidos.

Para acne, espinhas, pruridos da pelo do rosto e uso cosmético
No Vermont, o vinagre de maçã natural é também utilizado como um eficaz e excelente higienizador e cicatrizante, removendo impurezas e ajudando maravilhosamente na cicatrização de espinhas, combatendo a acne, pruridos, deixando a pele como nova. 

Para isso, faça o seguinte: com um pedaço de algodão umedecer em vinagre de maçã natural puro e proceder à limpeza do rosto, notará que a pele ficará limpa, macia, higienizada e ajudará na sua cicatrização. 

Em seguida aproveite para massagear o rosto e os cabelos com o líquido de vinagre de maçã natural puro ou misturado em pouca água, devolverá a acidez natural da pele fazendo com que o sangue irrigue a sua superfície, dando ao rosto um aspecto vivo, agradável e deixa a pele macia como seda, além de protegê-la de bactérias nocivas do ar. No banho é bom evitar sabonetes alcalinos que torna a pele pálida, sem vida e sujeitas ao ataque de bactérias alcalinas. 

A pele cuja reação é alcalina é sujeitas a pruridos e a bactérias nocivas. Coceira na cabeça ou na pele do corpo é um pedido para que você deixe de usar sabonete ou xampu alcalinos e passe a usar outro agente de limpeza neutro. 

No caso de homem, se a cabeça coça, basta despejar uma colher de chá de vinagre de maçã em um copo de água, mergulhar o pente nessa solução e pentear o cabelo, repetindo isso até que o cabelo fique bem úmido. Aproveite para misturar ao seu xampu um pouco de vinagre de maçã natural. 

Esse tratamento tornará os cabelos resistentes, sedosos e brilhantes, livres de lêndeas ou gorduras que se desprendem. Há pessoas que utilizam o vinagre de maçã natural durante o banho, despejando na banheira um copo do vinagre. Em outros casos, pode-se passar o vinagre de maçã natural diretamente na pele com a ajuda de algodão.

Diabete
Para o tratamento da diabete elimine de sua dieta o açúcar refinado, cristal e seus derivados, e tome três colheres de vinagre de maçã natural diariamente.

Para retrair varizes
Este remédio é empregado pela medicina popular do Vermont, mas também de vários outros países europeus. Friccione vinagre de maçã puro sobre as varizes, pela manhã e à noite. 
Após um mês, irá notar a retração das mesmas. Além da aplicação externa, deve-se tomar duas colheres de chá em um copo de água duas vezes ao dia para refinar o sangue e aliviar a pressão sobre os vasos e artérias.

Contra indicação
Não foi observado qualquer efeito prejudicial à saúde até o presente momento. Entretanto, recomenda-se que seja tomado com parcimônia e assiduidade, seguindo a prescrição certa para cada caso. 

As pessoas não habituadas à dieta ácida devem iniciar apenas com uma colher das de sopa de vinagre de maçã natural e uma colher das de sopa de mel de abelha (natural) misturado à água (copo duplo cheio). Preferindo adicione apenas água, aumente gradativamente a dosagem até duas ou três vezes ao dia ou mais dependendo de cada caso. 

Recomendação: afirma o doutor Jarvis, que três ou quatro meses é o tempo necessário para a atuação maravilhosa do vinagre de maçã natural sobre o sangue, purificando-o e dissolvendo o excesso de cálcio, e desobstruindo todos os canais e articulações do corpo.

Créditos: florais.com.br
              Bambamel Natural

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Os girassóis e nós

Eles são submissos.
Mas não há sofrimento nesta submissão. A sabedoria vegetal nos conduz a uma forma de seguimento surpreendente.
Fidelidade incondicional que os determina no mundo, mas sem escravizá-los. A lógica é simples. 

Não há conflito naquele que está no lugar certo, fazendo o que deveria. É regra da vida que não passa pela força do argumento, nem tampouco no aprendizado dos livros. É força natural que conduz o caule, ordenando e determinando que o girassol realize o giro, toda a vez que mudar a direção do regente.

Estão mergulhados numa forma de saber milenar, regra que a criação fez questão de deixar na memória da espécie. Eles não podem sobreviver sem a força que os ilumina. Por isso, estão entregues aos intermitentes e místicos movimentos de procura. Eles giram e querem o sol. Eles são os girassóis.
Deles me aproximo. Penso no meu destino de ser humano. Penso no quanto eu também sou necessitado de voltar-me para uma força Regente, Absoluta, Determinante.

Preciso de Deus!
Se para Ele não me volto, corro o risco de me desprender da minha possibilidade de ser feliz. É Nele que meu sentido está todo contido. Ele resguarda o infinito de tudo o que ainda posso ser.
Descubro maravilhado. Mas, no finito que me envolve, posso descobrir o desafio de antecipar, no tempo o que Nele já está realizado.
Então intuo.

Deus me dá aos poucos, em partes, dia a dia, em fragmentos. Eu Dele recebo, assim como o girassol recebe do sol, porque não pode sobreviver sem sua luz. A flor condena, ainda que de forma limitada, porque é criatura, o todo de sua natureza que o sol potencializa.

O mesmo é comigo. O mesmo é com você. Deus é nosso Sol, e nós não poderíamos chegar a ser quem somos, em essência, se Nele não colocamos a direção dos nossos olhos. Cada vez que o nosso olhar se desvia de Sua regência, incorremos no risco de fazer o nosso sol o que na verdade não passa de luz artificial. A vida é o lugar da Revelação Divina. É na força da história que descobrimos os rastros do Sagrado. 

Não há nenhum problema em descobrir realidades humanas, algumas escadarias que possam chegar ao céu. Mas não podemos pensar que a escadaria é o lugar definitivo de nossa busca. Parar os nossos olhos no humano que nos fala sobre Deus é o mesmo que distribuir fragmentos de pólvora pelos cômodos de nossa morada. Um risco que não podemos correr.

Tudo que é humano é frágil temporário, limitado. Não é ele que pode nos salvar. Ele é apenas um condutor. Nele é que podemos encontrar o que verdadeiramente importa. Ele é o fundamento de tudo o que nos faz ser o que somos. Ele, o Criador de toda a realidade. Deus trino, onipotente, Fonte de toda a Luz!

Sejamos como os girassóis.
Uma coisa é certa. Nós estamos todos num mesmo campo. Há um em cada um de nós, uma essência que nos orienta para o verdadeiro lugar a que precisamos chegar, mas nem sempre realizamos o movimento da procura da Luz. Sejamos afeitos a este movimento místico, natural. 

Não prenda os seus olhos no oposto da sua felicidade. Não queira o engano dos artifícios que insistem em distrair a nossa percepção. Não podemos substituir o essencial pelo acidental. É a nossa realização que está em jogo.
Girassol só pode ser feliz, se para o sol estiver orientado. É por isso que eles não perdem tempo com as sombras. Eles já sabem, mas nós precisamos aprender.

Autor: Pe. Fábio de Melo
          Bambamel Natural
          Enviado por e-mail(Eva Silva Couto)

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Própolis – Poderoso antibiótico

As abelhas não poderiam deixar de lado a proteção e a segurança de sua cidade-colmeia, em mãos de inimigos do reino: os vírus, as bactérias e os fungos, que se formavam com a decomposição dos bichos que se introduziam em seu enxame, tais como: vermes, ratões, palomilhas, aranhas. 

Para combatê-los, descobriram uma resina da casca das árvores, a qual processavam e utilizavam para fechar as fendas dos favos. Conhece-se esta resina hoje com o nome de Própolis, o qual contém propriedades antibióticas maravilhosas. Desta maneira, as abelhas protegem e mantêm numa completa assepsia seu mel e favo inteiro.

Aristóteles aplicava a Própolis como remédio para múltiplos transtornos e Plínio a usava para úlceras cutâneas. Inclusive em algumas enfermidades nervosas, o tratamento à base de própolis traz excelentes resultados.

Nos tempos modernos utilizou-se durante a guerra um bálsamo composto por uma mistura de própolis e gel de petróleo para infecções das feridas.
Os investigadores russos e poloneses descobriram que a própolis era eficaz contra o bacilo da tuberculose e também contra certos tipos de fungos rebeldes como o “Cândida albicans”.

Foi comprovado que uma das características da própolis da abelha é a de reforçar as defesas do organismo ou o sistema imunológico, o qual a torna duplamente eficaz a todo tipo de infecções.

A partir dos anos 60 criou-se um grande interesse pelo estudo desse produto na Iugoslávia, bem como na Rússia, na Polônia e em outras partes do mundo. Um cientista francês de nome Lavie, assim como um laboratório farmacêutico polonês demonstraram as grandes propriedades da própolis contra certos tipos de fungos e bactérias.

O diretor do centro de investigações Biótica Mitja recomendou a própolis como o primeiro agente antibacteriano não-tóxico, demonstrando sua eficiência contra o vírus da gripe.

Propriedades terapêuticas
Antifungicidas, provavelmente devido à presença dos ácidos cafeico, pinocembrina epinobanksina.
Antiinflamatórias e cicatrizantes.
Grandes propriedades para reforçar o sistema imunológico.

Favorece a formação de anticorpos, assim como a propriedade fagocitária aumentando desta maneira a resistência geral contra as infecções. O efeito antibiótico tanto bacteriostático quanto bactericida a fazem ser muito ativa contra os Staphylococcus, Streptococcus, Salmonellas, proteus, Escherchia coli, bacilo de koch e outros. 

Aplicações
A soma dos componentes que formam a própolis a torna útil contra uma grande variedade de enfermidades:

Anemias, anorexia nervosa, arteriosclerose e aterosclerose, infecções respiratórias, úlcera e aftas bucais, verrugas ou papilomas (tratamento local), infecções por fungos, bactérias e vírus como herpes da pele, tricomoníase vaginal, acnes, pólipos, otites, piorreias e gengivite, supurações, úlceras varicosas, eczemas, gastrites, úlceras duodenais, diarreia  divertículos, psoríases insônia, depressão e nervosismo.

Algumas experiências novas que foram realizadas com a própolis deixam uma porta aberta para o tratamento de algumas enfermidades rebeldes à cura, como a distrofia neromuscular progressiva, mal de Parkinson, a insuficiência cerebrovascular, afecções da tiroide, febres reumáticas, osteoartrites, disfunções hepático-biliares e herpes.
Não existem contra-indicações.

Créditos: Saúde e bem-estar (através de elementos naturais)
                Imagem: Wikipédia

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Ginseng e a Sálvia

O Ginseng é considerado por algumas culturas do Oriente como a planta de maior valor nutritivo, assim como uma das mais preciosas do mundo. O nome botânico é Panax ginseng. Esta planta é uma raiz que tem a forma semelhante a de um corpo humano.

O Ginseng se conhece por suas propriedades terapêuticas desde 3.000 a.C e foi levada à Europa pela primeira vez em 1610 d.C por comerciantes holandeses. O Ginseng se conhece como sendo um grande adaptógeno, isto é, ajuda a normalizar as funções do organismo quando a pessoa é submetida a um forte estresse, reagindo positivamente sobre o sistema nervoso e hormonal. 

O Dr. Breckman da Rússia, descobriu que o Ginseng ajuda o organismo, como:
1. Estimulante da atividade física e mental, sendo sua ação mais notória com pacientes debilitados ou cansados.
2. O Ginseng fortalece o organismo humano quando este fica exposto a um trabalho severo e prolongado.

3. Ajuda no funcionamento das glândulas endócrinas, particularmente a hipófise, as suprarenais e as glândulas sexuais.
4. Estimula o funcionamento das células nervosas do cérebro, tonificando-as e corrigindo algumas enfermidades nervosas, assim como transtornos psicossomáticos, além de aumentar a atividade intelectual.

5. Não foi detectado nenhum efeito secundário com a ingestão do Ginseng.
6. Em investigações realizadas pelo Instituto Nacional de Cancerologia de Maryland, U.S.A., descobriu-se que o Ginseng eleutherococcus ajuda no tratamento do câncer.
7. Na Austrália é utilizada para previnir enfermidades do coração e da pressão arterial.

8. Na Alemanha se consome mais de um milhão de taças de chá de Ginseng diariamente.
Tonifica a massa cinzenta do cérebro. É um calmante que normaliza as funções vegetativas. Estimula a produção de glóbulos vermelhos e brancos, assim como diminui a quantidade de colesterol no sangue. No aparelho gastrintestinal melhora as secreções digestivas, além de ser um grande tônico para aumentar a atividade sexual.

9. No Japão, na Universidade de Osaca, descobriu-se que o Ginseng ajuda a melhorar a memória, a circulação sanguínea, o metabolismo, além de restabelecer o sistema nervoso, normalizar a taxa de açúcar no sangue e ajudar na fertilidade do homem.

A Sálvia possui excelentes efeitos terapêuticos e energizantes, pois é uma planta da família da Labiadas que ajuda a prevenir o reumatismo, as nevralgias, as hemorragias, os males do fígado. 

É um ótimo higienizador da cavidade bucal e do hálito. Também ajuda na prevenção de espasmos, resfriados e pleurisia, sendo também benéfica contra enxaquecas e dores de cabeça. Tomando a Sálvia junto com o Ginseng, multiplica-se o efeito de ambos.

Créditos: “Ginseng e suas maravilhas”, de The de Waltterlot., Ed Posada.
             Livro Saúde e Bem-estar (através de elementos naturais)
             Bambamel Natural

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Prepare-se para pedalar

Andar de bicicleta é um exercício aeróbico, portanto, além de melhorar o condicionamento físico e ajudar a prevenir uma série de doenças cardiorespiratórias, a atividade queima muitas calorias e é ótima opção para quem quer emagrecer.

"Fortalece o corpo e a alma". Este é o resultado final de um relatório elaborado pela Universidade Alemã de Esportes.
Para pedalar, existem várias recomendações. 

É necessário fazer alongamentos prévios, trabalhando sobretudo os músculos das pernas, os glúteos, a zona lombar e o pescoço durante alguns minutos, como se estivesse a espreguiçar-se.

A cada dia que passa deve aumentar a duração dos alongamentos, tanto para a bicicleta estática como para a bicicleta normal. Se preferir pedalar ao ar livre, não se esqueça do creme protetor, o capacete e o colete refletor são imprescindíveis.

Benefícios 
Mente mais sã - As pessoas que andam de bicicleta regularmente são mais resistentes a patologias do foro emocional, como as depressões. Pedalar é um dos melhores antidepressivos.


Diretamente ao coração - Pedalar reduz o mau colesterol e o risco de enfarte em cerca de 50%. Melhora as suas costas - O ciclismo estimula os pequenos músculos das vértebras dorsais, fazendo com que se estendam e comprimam constantemente.


Um regalo para os joelhos - Com a bicicleta os seus joelhos ficam protegidos, já que mais de 70% do corpo gravita sobre o selim. Para além disso, as coxas e os glúteos endurecem.


Afasta as infecções - O exercício físico estimula o sistema imunitário e aumenta o número de glóbulos brancos, ajudando o organismo a defender-se de vírus e bactérias.


Poupa tempo e dinheiro - Já pensou em utilizar a bicicleta para as suas deslocações urbanas (à semelhança do que já acontece em muitas cidades europeias)? Para além de ser um exercício saudável, permite uma poupança significativa, já que é o meio de transporte mais econômico, sobretudo em comparação com o automóvel.

Entre as suas vantagens, destacam-se:
O custo de uma boa bicicleta é 30 vezes inferior ao de um carro médio.
A bicicleta minimiza a parte do orçamento familiar dedicado ao carro.

A utilização deste meio de transporte permite fugir aos engarrafamentos e reduz o tempo das deslocações. Promove um bom estado de saúde e, por conseguinte, diminui a necessidade de recorrer a medicamentos.

Plano para andar de bicicleta - O ideal seria arranjar, no mínimo, três horas por semana para andar de bicicleta. Os benefícios deste esporte começam a ser visíveis depois dos primeiros 20 minutos a pedalar.
Os resultados que consegue, se pedalar durante: 
10 minutos – Melhoria articular
20 minutos – Reforço do sistema imunitário
30 minutos – Melhorias a nível cardiovascular
40 minutos – Aumento da capacidade respiratória
50 minutos – Aceleração do metabolismo
60 minutos – Controle de peso e ação anti-stress
Quanto mais tempo dedicar à bicicleta, mais vantagens acumula!

Créditos: dragteam.info
          Imagem: plasticaebeleza.com.br

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Cuide do seu coração

Recente pesquisa do Ministério da Saúde aponta que as doenças circulatórias são as principais causas de morte no país, entre elas o infarto do miocárdio. 

É preciso cuidar do coração. O que significa investir em alimentos que ajudam a protegê-lo, já que a dieta é o fator mais relevante tanto na causa quanto na prevenção de doenças cardíacas

Mais do que nunca, o que você coloca no prato nunca foi tão importante para garantir boa saúde. Especialmente a do órgão muscular.

Quanto mais cedo você começa a tomar medidas preventivas, melhores são os resultados. 
Portanto, mexa já o corpo e anote os alimentos que garantem vida longa ao amigo do peito.


1.Brócolis
O legume é bastante nutritivo. Além de ser uma excelente fonte de vitamina C, fornece vitamina A, ácido fólico — essencial para o desenvolvimento do feto durante a gestação, por exemplo — proteínas, cálcio, ferro e é rico em bioflavonoides, uma substância antioxidante, que previne o envelhecimento das artérias.


Mas os benefícios que ele traz ao coração não param por aí. As fibras presentes fazem com que o corpo não absorva o colesterol e de quebra o mandam embora do organismo. Uma pesquisa feita pela Universidade de Warwick, no Reino Unido, sugere que o brócolis pode reverter os danos dos vasos sanguíneos causados pelo diabetes. Isso graças ao sulforafano, um composto fabricado pelo vegetal que produz enzimas e protege os vasos. Para esse legume, não existe uma quantidade ideal a ser ingerida. Pode comer à vontade!

2.Frutas cítricas   
Elas são as principais fontes de vitamina C — especialmente a laranja e a tangerina. Essa vitamina fortalece e repara os vasos sanguíneos e, aliada à vitamina A, presente em quase todas as frutas, protege as células da oxidação causada pelos radicais livres.


Outro nutriente importante, presente nas frutas, e que faz o coração funcionar a todo vapor, são as fibras, que auxiliam na redução do LDL e do colesterol total, diminuindo também os riscos de doenças cardiovasculares.  Caso você queria variar, outras boas fontes de vitamina C são melão, kiwi, morango, framboesa, mamão e manga. Esta última também possui betacaroteno, antioxidante presente nas frutas com casca amareloescuro, como o damasco.


Tanto essa substância quanto o licopeno (encontrado nas frutas vermelhas) e a quercetina (nas uvas) protegem contra as doenças cardíacas. O consumo recomendado é de aproximadamente três unidades por dia.



3.Abacate
Ele já foi considerado vilão, mas hoje está absolvido, graças à gordura monoinsaturada. A substância ajuda a diminuir o LDL e com isso elimina a agregação das plaquetas de gordura.


O aumento no HDL resulta na queda do colesterol total. A fruta ainda é a campeã em proteínas, que são importantes para a produção e manutenção de todas as células corporais. Mesmo sendo benéfica, é preciso ter cautela ao consumi-la, já que possui alto valor calórico. O ideal são três colheres (sopa) por dia.

4. Azeite
O ácido linoleico, ômega 6, é o componente mais saudável do azeite. A substância baixa a tensão arterial e os níveis de glicose no sangue e evita a agregação de plaquetas de gordura, prevenindo a formação de trombos — coágulos que surgem nas artérias e impedem a passagem do fluxo sanguíneo. O óleo também contém vitaminas A, E e polifenóis, todos excelentes antioxidantes.


A azeitona, de onde provem o azeite, é riquíssima em gordura monoinsaturada, que equilibra os níveis de colesterol. Mas é preciso ter cuidado com a azeitona em conserva, que possui grande quantidade de sódio. Sua ingestão em excesso causa hipertensão nas artérias. A recomendação de consumo é de uma ou duas colheres (sopa) de azeite por dia. Mas atenção: utilize o óleo somente em pratos frios, nada de frituras!

5. Soja
A soja é realmente um dos alimentos líderes em benefícios ao organismo. Ela contém mais proteínas e ferro que a carne de vaca e mais lecitina que o ovo. A lecitina é conhecida pelos diversos bens que proporciona a nossa saúde, como a melhora da memória e redução dos níveis de homocisteína no sangue, uma proteína que em níveis elevados pode causar arteriosclerose, ou seja, o acúmulo de placas de gordura na parede das artérias.


O grão ainda conta com outra substância que previne o envelhecimento arterial: a isoflavona, que atua na redução do LDL, baixando o risco de ataques cardíacos. E, como se não bastasse, a soja é pobre em gorduras e calorias. Pode ser consumida de diversas maneiras: em forma de farinha; processada, como no óleo; leite de soja; carne ou in natura. O importante é que a ingestão diária não ultrapasse 35 gramas, aproximadamente duas colheres (sopa).

6. Peixes 
Fique atento, pois aqui não entram todos os tipos de peixes, apenas os que possuem um tipo de gordura específico. Salmão, sardinha e robalo são ricos em ômega 3, que atua baixando o nível do LDL. O ômega 3 é considerado uma das principais substâncias na promoção da boa saúde cardíaca, já que reduz consideravelmente o risco de ataques cardíacos. Ele previne a aterosclerose e a hipertensão arterial.


Evita que as plaquetas do sangue se agrupem e formem coágulos que podem obstruir as artérias. Além disso, estabiliza arritmias, baixa o triglicérides e favorece a queima dos lipídios (gorduras), fator que ajuda a emagrecer. A dica é: coma 100 g de peixe fresco, três vezes por semana para se beneficiar.

7. Leguminosas
Feijão, grão de bico, ervilha e lentilha. As leguminosas também estão na lista dos alimentos que cuidam do órgão vital. Elas fornecem grandes quantidades de fibras, insolúveis e solúveis. Estas últimas retêm a água dos alimentos e fabricam uma estrutura em forma de gel no corpo. Para o coração, a mais interessante é a solúvel, porque reduz a absorção do colesterol e arrasta-o para fora do organismo, diminuindo o risco de diabetes e prevenindo a obesidade. Outra substância que faz toda a diferença são os ácidos graxos essenciais — as gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas.

Elas são responsáveis por controlar os níveis de colesterol. Caso o LDL, o colesterol ruim, esteja com índice alto, provoca aumento na disposição das placas de gordura nas artérias e impede a passagem do fluxo sanguíneo. As leguminosas devem fazer parte da alimentação diária, mas de forma moderada, porque a energia que fornecem facilmente se transforma em gordura quando a atividade física é pequena. Escolha um tipo desse grupo alimentar por dia e consuma uma porção de 100 gramas, o equivalente a quatro colheres (sopa).

8. Cenoura e Maça
A cenoura é conhecida por ser rica em vitamina A, nutriente que ajuda a prevenir a cegueira noturna. Contém betacaroteno, um antioxidante capaz de evitar que as artérias fiquem velhas. Além disso, é ótima fonte de pectina, um tipo de fibra solúvel. 

Essa fibra ‘abraça’ o colesterol no intestino e ajuda a eliminá-lo junto com as fezes.

Outro alimento que dá um chega pra lá nas doenças cardíacas por conta dessa fibra é a maçã. Ela também ajuda a baixar os níveis de colesterol total no sangue, ou seja, menos chances de surgimento de doenças do lado esquerdo do peito.


Quer sentir no corpo os benefícios? Então, garanta uma unidade média do legume e outra da fruta por dia.

9. Nozes
As nozes, assim como outras frutas oleaginosas, entre elas macadâmia, castanha, avelã e pistache, possuem grande quantidade de gorduras monoinsaturadas, que baixam os níveis de LDL, o colesterol ruim.


Além disso, fornecem vitamina E, poderoso antioxidante, e vitaminas do grupo B, que são necessárias para o bom funcionamento cardíaco.

Apesar dos benefícios, as oleaginosas contêm alto valor energético. Isso significa que elas devem ser consumidas, porém com moderação, para não alterar muito o valor calórico da dieta como um todo — já que as gorduras devem representar no máximo 30% das calorias totais ingeridas em um dia — e não aumentar o peso.


A castanha-do-pará também é uma poderosa aliada. Ela contém ômega 6, substância antioxidante que combate a ação dos radicais livres e impedem o envelhecimento das artérias. Para obter os bons efeitos das nozes (ou de outras oleaginosas) sem comprometer a silhueta, consuma 1/2 xícara (café) por dia.

10. Cereais
No time dos cereais estão incluídos trigo, aveia e arroz, de preferência a versão integral! Isso porque eles são ricos em fibras que reduzem a absorção do colesterol e o arrastam para fora do organismo. Elas também ajudam no combate à obesidade e diminuem o risco de desenvolvimento de diabetes. Especialmente os cereais em flocos contam com grandes quantidades desses farelos.


Apesar de fazer bem ao coração, não abuse. Lembre-se de que a energia que entra no organismo através dos alimentos deve sair em igual proporção por meio de exercícios físicos. Só assim se evita o excesso de peso e se consegue manter uma silhueta enxuta Consuma três porções de 100 gramas — quatro colheres (sopa) — de alimentos desse grupo por dia.

Mande para bem longe...
 ... As gorduras. Principalmente as saturadas, presentes em alimentos de origem animal (em especial nas carnes vermelhas e de porco), e as trans, encontradas em produtos industrializados (como biscoitos recheados e bolos). As gorduras aumentam os níveis de LDL, o colesterol ruim, e baixam o HDL, o bom. 

Isso é ruim porque o LDL é a forma como o colesterol é transportado pelo sangue e é a principal causa de acúmulo nocivo de gorduras nas artérias. Assim, quanto maior forem os níveis de LDL no sangue, maior será a probabilidade do aparecimento de doenças cardíacas. Já o HDL transporta o colesterol do sangue para o fígado, onde ele é eliminado. Essa ação previne contra o acúmulo de colesterol nos vasos sanguíneos.

...As frituras. Aqui, há dois tipos de risco. O primeiro é a que a gordura animal é rica em gorduras saturadas. O segundo fator é que, quando reutilizada, ela libera substâncias nocivas à saúde, entre elas, as gorduras trans.

...O sal. Em excesso, ele pode aumentar a pressão arterial, responsável pela origem de derrames cerebrais ou ataques cardíacos. Aqui, estão incluídos alimentos ricos em sódio, como alguns tipos de biscoitos salgados.

... O açúcar. Não se deixe enganar pelo gosto adocicado desse ingrediente. De bonzinho, ele não tem nada. Consumi-lo em excesso traz uma série de prejuízos à saúde cardíaca, como a arteriosclerose, que pode aumentar as chances de anginas — a popular dor no peito — ou infarto agudo do miocárdio. Além de ser um facilitador para a obesidade, o açúcar está relacionado à predisposição para o diabetes.

Créditos e imagens: Revista VivaSaude

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...