segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Agar-agar: saúde que vem das algas

O que muita gente não sabe é que as algas marinhas possuem muitas fibras, sendo uma das razões pela qual seu consumo é tão importante.


Uma substância presente nas algas é responsável por este e outros benefícios. O agar-agar (kanten) é mucilaginoso e se encontra em muitas espécies, mais especificamente na parede celular destas algas marinhas vermelhas. Rica em sais minerais, iodo, fósforo e de alto valor dietético. 

O uso constante garante uma pele saudável, cabelos macios e brilhosos, dentes fortes, os intestinos bem regulados, o corpo esbelto e sem gorduras. É vitalizante celular, retarda o envelhecimento dos tecidos, evitando rugas, enrijece os seios, fortifica as unhas, revigora o couro cabeludo, evitando a queda dos cabelos.
É importante em dietas de emagrecimento devido à formação de um gel no estômago, e quando ingerida com água, dá a sensação de saciedade. Quando usado com a finalidade de emagrecer deve ser ingerido 30 minutos antes das refeições com 2 copos de água.

Informações recebidas através de fornecedores
Imagem: Reprodução

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Pólen: um alimento poderoso e fonte de vida

A descoberta do pólen como suplemento alimentar não é tão recente, mas atualmente é que se tem falado a respeito.

É nas flores que ele está presente e são as abelhas que o extraem e o consomem. O pólen das flores é o poderoso alimento que mantém as abelhas vivas e faz com que toda sua colmeia se desenvolva de maneira saudável. 

O néctar, também extraído das flores, serve como fonte de carboidratos para as abelhas, já o pólen serve como fonte de proteínas e gorduras. Sem o pólen, bastam alguns dias para que toda a colmeia morra.

Talvez você já tenha visto uma abelha extraindo o pólen de uma flor. Não é uma cena tão rara de se ver. A abelha pousa na flor e aos poucos junta pequenas bolas que ficam presas, uma em cada pata traseira. O pólen são essas pequenas bolotas. Cada abelha transporta duas bolotas e podem fazer cerca de 80 viagens por dia.

Diferença entre o pólen comum e o pólen apícola
Mas por que devemos consumir o pólen que as abelhas consomem e não diretamente das flores? Consumir o pólen diretamente das flores é diferente de consumir o mesmo pólen carregado pelas abelhas. Para que o pólen seja transportado, as abelhas utilizam sua saliva para fazê-lo ficar preso junto às patas. 

A saliva das abelhas é rica em enzimas, minerais e vitaminas, e em contato com o pólen o transforma em um alimento ainda mais rico em nutrientes. Este pólen é chamado de pólen apícola.

Propriedades nutricionais
No pólen são encontrados todos os aminoácidos, tanto os essenciais para a saúde humana, quanto os não essenciais. 

Além disso, o pólen também contém lipídios, porém são gorduras boas e com propriedades antioxidantes.  

Ainda é rico na três vitaminas antioxidantes A, C e E, e também é riquíssimo em vitaminas do complexo B, contendo as vitaminas B1, B2, B3, B5, B6 e colina.

Este alimento ainda contém a vitamina P. O consumo desta vitamina está associado ao fortalecimento de artérias, veias e capilares, sendo importante para a prevenção de doenças cardiovasculares e também auxiliar na absorção e uso eficiente da vitamina C, impedindo que esta seja destruída pela oxidação, o que auxilia a manter a imunidade contra agentes agressores mais fortalecida.

No pólen são também encontrados oligo-minerais que são aqueles elementos químicos que o corpo humano precisa em quantidades muito pequenas. Alguns oligo-minerais encontrados no pólen são: titânio, níquel, cobalto e silício. 

Além dos oligo-minerais, há traços dos minerais: ferro, iodo, cobre, zinco, manganês, selênio e molibdênio.
O pólen ainda auxilia as mulheres no período da menopausa, podendo reduzir os sintomas de calorão, devido sua alta taxa de compostos flavonóides. Pode ainda ajudar a combater o colesterol, a anemia, a regular a flora intestinal e a melhorar a oxigenação do sangue.

Podemos dizer que o pólen é realmente um alimento poderoso e quase milagroso, dado seus efeitos benéficos sentidos ao longo do tempo com seu consumo diário. 

A sugestão recomendada diária do pólen é de 5 gramas, o que equivale uma colher de sopa rasa, dada a sua leveza. Pode ser consumido em jejum pela manhã. Podendo tomar seu café da manhã algum tempo após ter consumido.


Créditos: alimentação saudável - recebido por e-mail       

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Pés bonitos e bem cuidados

Os pés são a base de sustentação do nosso corpo, trabalham o dia inteiro e por isso merecem cuidados especiais e descanso, mesmo que tenham sido feitos para aguentar a pressão exercida pelo peso do corpo.

Para compensar o desgaste natural dos pés, é fundamental mudar alguns hábitos e adotar medidas simples e que podem evitar complicações futuras.

A pele dos pés é mais espessa e resistente que a de outras áreas do corpo. Por isso a sola fica com calosidade e células mortas com facilidade.

Para retirar o excesso de calosidade é importante lixar a região dos calcanhares e a sola com uma lixa própria. O melhor momento para lixar os pés é depois do banho, já que a pele está mais mole.
Ou, deixe-os de molho durante dez minutos em água morna com vinagre (para cada litro de água acrescente meio copo de vinagre). Em seguida massageie com óleo de amêndoas ou com um creme hidratante.

Corte as unhas no máximo a cada quinze dias, de preferência após o banho.  Também pode simplesmente apará-las com uma lixa, sobretudo se regularmente for a pedicure. Não se deve cortar as unhas demais e nem deixá-las muito compridas. O fato de estarem muito compridas contribui para a acumulação de resíduos e sujeira. Se as cortar muito, pode correr o risco de encravar uma unha.

Para ter unhas apresentáveis, o ideal é empurrar a cutícula cuidadosamente com uma espátula própria. O excesso de pele pode ser removido com o alicate, mas tem de ter muito cuidado, pois pode haver risco de inflamação. Se não estiver habituada a retirar o excesso de pele, depois de empurrar a cutícula, o melhor é deixar esta tarefa para a pedicure.

Lave muito bem os pés! Não basta deixar que escorra a água durante  o banho. Deve passar a esponja entre os dedos. Depois do banho, é importante secar muito bem os pés, a umidade acumulada pode dar origem a micoses.

Na praia, passe protetor solar nos pés. Apesar de terem uma pele mais resistente, evita que fique ressecada.
O uso de sapatos apertados, não arejados e de salto alto facilita o aparecimento de calos. 

As calosidades que costumam aparecer na zona dos calcanhares e na sola dos pés não passam de uma reação natural da pele ao atrito causado pelo andar, pela má postura ou pelo uso de certo tipo de calçado. Para atenuar calosidades, deve-se lixar os pés, corrigir a postura e usar calçado confortável.

O escalda-pés é um ritual para mante-los bonitos e relaxados.  A água morna com sais e aromas alivia a tensão, aspereza e a dor dos calos formados pelo uso de sapatos apertados, com bico fino ou saltos altos.

Para relaxar, massageie a planta dos pés com uma leve pressão. Aplique creme esfoliante para suavizar seus pés e, em seguida, faça a massagem com um creme hidratante refrescante.

Experimente um banho alternado de pés, quente e frio. É um método simples, agradável e extremamente eficaz, que utiliza a água como forma de promover uma verdadeira ginástica dos vasos sanguíneos dos pés e das pernas. Isso ocorre porque os vasos periféricos se contraem com o estímulo da água fria, e com a água quente se dilatam.

Créditos: Beleza e Saude

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Receita que combate o colesterol alto

Salmão com creme de espinafre
Ingredientes
• 1 kg de salmão em filés
• 2 colheres (sopa) de óleo de girassol
• 1 maço de espinafre
• 500 ml de molho branco (substitua a maisena por farinha de milho branca)
• Sal a gosto
• Noz-moscada a gosto
• ½ limão
• mistura de temperos frescos, preparados na hora e batidos no liquidificador (salsão, hortelã, açafrão, alecrim, salsinha, manjericão, alho-poro, 1 pimenta, alho, cebola, azeite) a gosto.

Preparo: numa assadeira, jogue o óleo de girassol, coloque o salmão com uma pitada de sal, a mistura de temperos frescos e leve para assar até dourar. Limpe o espinafre e separe as folhas. Cozinhe levemente no vapor por alguns minutos. Após esfriar, pique as folhas. Aqueça o molho branco já pronto, acrescente o espinafre picado e mexa até obter a consistência de um creme. Acrescente o sal e a noz-moscada. Após retirar o salmão do forno, regue-o com um pouco de limão e sirva juntamente com o creme de espinafre.

Consumir: 1 porção, três vezes por semana.


Orientações gerais: o ômega-3 tem ação comprovada na redução dos níveis de triglicérides e LDL (colesterol ruim), contribuindo para aumentar a fluidez sanguínea. As fibras também têm um papel fundamental na dieta de quem precisa derrubar essas taxas, já que diminuem a absorção de gordura pelo organismo.

Créditos: revista "O poder dos alimentos"

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...