sexta-feira, 28 de novembro de 2014

A importância do cabelo

Os cabelos sempre foram um perfeito adorno para o rosto. Historicamente, o cabelo foi considerado  símbolo de sedução para a mulher, e demonstração de força para o homem.

Apesar de não terem função fisiológica vital, os cabelos  possuem grande importância psicossocial,   relacionada a aparência e auto estima. Para muitas pessoas, a perda dos cabelos gera sofrimento.

O cabelo é constituído pelo bulbo (raiz), formado por vários  tipos de células, e pela haste, que possui  células e contém proteínas, como queratina (responsável pela estrutura dura do fio)  e melanina ( que dá cor ao cabelo).

No couro cabeludo há cerca de 150.000 fios e em torno de 10% destes, estão em fase de queda. A perda normal varia de 50  a 100 fios por dia.

Algumas patologias podem ocasionar uma perda excessiva de cabelos, que pode ser observada quando há mais que 08 fios no travesseiro ou na mesa de trabalho. Doenças como distúrbios hormonais, que são mais comuns nas mulheres, infecções, anemias e até excesso de estresse, podem ocasionar a rarefação dos fios, resultando em menor quantidade de cabelos.

A diminuição dos cabelos também pode ocorrer, sem que haja perda dos fios. Isto ocorre na calvície, onde há modificação do ciclo capilar, com miniaturização dos fios. A calvície acomete homens e mulheres que tenham predisposição. 

É determinada por fatores hereditários e hormonais. Nos homens, o padrão mais comum são as “entradas” e a chamada “coroa  de padre”, que são  áreas com fios mais finos e claros, onde o couro cabeludo  fica  mais visível. As mulheres apresentam rarefação dos fios em região frontal ou em todo couro cabeludo.

Receita para fortalecer o cabelo
Ingredientes
1 punhado de raiz de bardana - promove o crescimento do cabelo, fazendo-o crescer mais rápido e forte.
1 punhado de raiz de guanxuma - planta utilizada no pampa gaúcho, com a finalidade de revigorar os cabelos, estimulando o crescimento e impedindo a queda. 
8 colheres de (sopa) de óleo de mamona – fortalece os fios; combate a queda e a quebra dos fios; contém vitamina E, minerais e vitaminas que auxiliam no crescimento; ativa a circulação no couro cabeludo; contém propriedades anti-bacterianas e anti-fúngicas; trata coceira no couro cabeludo; ajuda no tratamento da calvície e alopecia; diminui caspas; hidrata os fios.

8 colheres de (sopa) de óleo de mocotó - é rico em sais minerais, proteínas e carboidratos. Trata cabelos quebradiços, reconstrói os fios, amacia e hidrata os fios. Fecha as escamas dos fios, deixando-os flexíveis, revitalizados e resistentes contra a quebra, confere emoliência, brilho e maciez.
10 gotas de essência de sua preferência

Preparo: misturar os dois óleos e a essência, depois os demais ingredientes. Colocar num vidro com tampa. Deixar macerar por 3 dias. Aplicar no couro cabeludo, massageando com a ponta dos dedos,  três vezes por semana. Deixar de um dia para o outro.
Lavar a cabeça com xampu neutro no dia seguinte, massageando suavemente.

Texto:  Dra. Monalisy Rodrigues - Clínica Yaga
Receita para fortalecer o cabelo: O poder curativo das plantas” – Fitoterapeuta André Resende

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Limpeza interna - pedras ou cálculo na vesícula

Os cálculos na vesícula são formações de produtos tóxicos, principalmente de cristais de colesterol e de sais de cálcio. 

Esses produtos com o tempo vão se formando no fígado e se acumulando na vesícula (pequena bolsinha ligada ao fígado e que acumula a bílis).

Sintomas: quando uma dessas pedrinhas obstrui um dos condutos biliares que vão ao intestino se produz uma forte cólica biliar; começando na parte superior do abdômen e irradiando-se até as costas.

Tratamento: para diminuir a dor das cólicas, recomendam-se banhos até a cintura de água fria e em seguida com água quente, alternadamente, para desinflamar o abdômen e evitar cólicas. Ingerir grandes quantidades de água com cranberry, já que esta é um produto desinflamante que ajuda a expulsar as pedrinhas até o intestino.

A lecitina é um elemento indispensável para emulsionar as gorduras e o colesterol. É uma espécie de sabão orgânico que o organismo utiliza para dissolver estes compostos gordurosos  no fígado. A lecitina ajuda a vesícula a não formar pedras devido a seu poder de dissolver as gorduras.

O Dr. Carlson Wade, em seu livro “Inner Cleansing” - Editora: Prentice Hall, comenta o seguinte tratamento: polvilhe duas a três colheradas de grãos de lecitina na sopa ou suco. Faça isso por vários dias até que sinta uma melhora. 

A lecitina começará a trabalhar lentamente na dissolução das pedras de colesterol. Tome muita água filtrada. Como tratamento alternativo, recomenda-se dieta e azeite de oliva.

Para o caso de cálculo biliares, o Dr. Julian Navarro de Guadalajara, recomenda uma dieta de 4 dias à base de sucos de cenoura e lima. No quarto dia da dieta dever-se-à ingerir às 19 horas uma xícara (café) de azeite de oliva com bastante suco de limão. No dia seguinte, beba 4 colheres de óleo de rícino. Depois disso, comece a comer frutas e verduras por vários dias.

Atenção: a internet pode ser uma ferramenta útil, veiculando informações de saúde, hábitos saudáveis, cuidados especiais, bem-estar, beleza. Pelas suas limitações ela não deve ser um instrumento para consultas médicas, por isso, consulte sempre um médico de sua confiança e siga suas orientações.


Créditos: livro: Saúde e Bem-estar – através de elementos naturais

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Hibiscus – A flor que diminui a ansiedade e emagrece

Os especialistas recomendam hibiscus porque essa florzinha combate os radicais livres, protege o coração e deixa a pele mais jovem. 

Ele ainda ajuda a derreter a gordura, regula o intestino, diminui a ansiedade e combate a retenção de líquidos. O hibicus também contém cálcio, essencial para manter os ossos saudáveis. 

Mas fique atenta: o hibiscus usado no chá que emagrece tem nome cientifico Hibiscus Sabdariffa D.C e é bem diferente da flor ornamental, alerta Maria de Fátima Ramos, médica homeopata e membro da Sociedade Brasileira de Fitoterapia.

Uma noticia surpreendentemente gostosa: o chá de hibiscus não é amargo, lembra um vinho quente, um pouco azedinho. Tem sabor suave de framboesa – dá até para sentir aquele azedinho da fruta. No Nordeste do Brasil, se faz com hibiscus,  groselha e geléia.

Tem alta concentração de antocianina – pigmento da família dos flavonóides, que tem ação antioxidante (tira boa parte dos radicais livres de cena) e anti-flamatória (combate a inflamação das células, permitindo que elas voltem a exercer totalmente suas funções). Resultado: O organismo deixa de acumular toxinas – substâncias inimigas que dificultam o emagrecimento.

No estômago  facilitam a digestão; no intestino, impedem parte da absorção do carboidrato e da gordura dos alimentos. Tem vitamina C, que diminui a pressão na parede dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação, cálcio, mineral importantíssimo para os ossos sendo um facilitador na perda de peso, segundo os estudos recentes.

O chá sozinho, não faz milagre, deve ser associado a uma boa dieta.
Medida de equivalência: uma colher de chá de flor (03g), para cada xícara de chá de água (200ml).
Infusão: despejar água fervendo sobre o chá de flores, manter abafado durante dez minutos.

Revista Boa Forma, págs., 83 e 84.
Créditos: Empório grãos da terra

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Pimenta contra o câncer de próstata

Pesquisas realizadas pelo Dr. Akio Mori da Universidade da Califórnia, Los Angeles, publicadas no American Journal of Cancer Rersearch, sobre a ação dos componentes das pimentas contra o câncer de próstata. Interessante verificar, porém, que a medicina popular já utilizava a pimenta para o tratamento dessa doença. 

Somente agora a ciência comprova tal efeito. Os cientistas concluem esse poder da pimenta através da verificação de que a capsaicina induz a morte das células anômalas. 

Os estudos mostram que as células cancerígenas têm a capacidade de burlar a apoptose (suicídio da célula quando há algo anormal nela), realizando uma mutação genética que as preserva; a capsaicina atua impedindo esta defesa e promovendo a morte da célula com esta informação, além de reduzir as taxas do PSA — hormônio prostático específico, relacionada com o surgimento de tumores da próstata, conforme afirmam o Dr. Soren Lehmann e Chris Hiley, do The Prostate Cancer Charity. 

Outra explicação científica para o efeito da pimenta no câncer de próstata é a ação protetora do licopeno (pigmento vermelho das pimentas dessa cor), conforme apontado anteriormente, que inibe o crescimento dos tumores de próstata.

O licopeno e o zinco são abundantes no líquido prostático e a falta de um ou outro, ou de ambos, está definitivamente ligada à formação do câncer de próstata. 

As pimentas vermelhas são ricas em ambos (licopeno e zinco). Notável é verificar que a sabedoria popular aplica, por intuição, aquilo que a ciência humana só utiliza depois de pesquisas e experiências laboratoriais. 

De qualquer modo, uma auxilia a outra; a primeira através do empirismo, apontando o caminho para a pesquisa, e a segunda através da experimentação científica. 

O Dr. Sérgio Puppin, médico cardiologista e nutrólogo, autor de várias obras e pesquisador do Rio de Janeiro, comentando sobre os efeitos medicinais da pimenta, afirma: “Os componentes anticoagulantes da pimenta ajudam na desobstrução dos vasos sanguíneos”. 

Segundo o gastroenterologista e cirurgião Dr. Almino Cardoso Ramos, do Hospital Santa Rita, em São Paulo, o consumo de pimenta é essencial para quem tem enxaqueca ou dor de cabeça crônica: “Elas provocam a liberação de endorfinas, analgésicos naturais extremamente potentes que o nosso cérebro fabrica”. 

Entre outros benefícios, a pimenta impede a coagulação do sangue e, portanto, evita tromboses, reduz o risco de doenças como câncer, catarata, mal de Alzheimer e diabetes. 

Pesquisas científicas recentes mostram que a pimenta é um poderoso aliado no auxílio da saúde e prevenção à depressão e outros males que afetam o humor e a disposição dos seres humanos.




Créditos: Dr. Marcio Bontempo – Livro “Pimenta e seus benefícios à saúde”

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Coisas que pessoas felizes fazem diferente

Não guarde rancor
As pessoas felizes entendem que é melhor perdoar e esquecer que deixar que sentimentos negativos as dominem. Guardar rancor é prejudicial e pode causar depressão, ansiedade e estresse. 

Por que deixar que uma ofensa de alguém exerça algum poder sobre você? Se você esquecer os seus rancores, vai ganhar uma consciência clara e energia suficiente para apreciar as coisas boas da vida. 

Trate a todos com bondade
Você sabia que foi cientificamente provado que ser gentil faz você feliz? Ser altruísta faz seu cérebro produzir serotonina, um hormônio que diminui a tensão e eleva o seu espírito. Tratar as pessoas com amor, dignidade e respeito permite que você construa relacionamentos mais fortes.

Veja os problemas como desafios 
A palavra “problema” não faz parte do vocabulário de uma pessoa feliz. Um problema, na maioria das vezes, é visto como uma desvantagem, uma luta ou uma situação difícil. Mas quando encarado como um desafio, pode se transformar em algo positivo, como uma oportunidade. Sempre que você enfrentar um obstáculo, pense-o um desafio.

Expresse gratidão pelo que já tem
Há um ditado popular que diz: “As pessoas mais felizes não têm o melhor de tudo, elas fazem o melhor de tudo com o que elas têm.” Você terá um sentido mais profundo de contentamento se contar suas bênçãos em vez de ansiar pelo que você não tem .

Sonhe grande
As pessoas que têm o hábito de sonhar grande são mais propensas a realizar seus objetivos que aquelas que não o fazem. Se você se atreve a sonhar grande, sua mente vai assumir uma atitude focada e positiva.

Não se preocupe com as pequenas coisas
As pessoas felizes se perguntam: “Será que este problema terá a mesma importância daqui a um ano?” Elas entendem que a vida é muito curta para se preocupar com situações triviais. Deixar os problemas rolarem à sua volta vai, definitivamente, deixar você à vontade para desfrutar de coisas mais importantes.

Fale bem dos outros
Ser bom é melhor que ser mau. Fofocar pode até ser divertido, mas, geralmente, deixa você se sentindo culpado e ressentido. Dizer coisas agradáveis sobre as pessoas leva você a pensar positivo e a não se preocupar em julgá-las.

Não procure culpados
Pessoas felizes não culpam os outros por seus próprios fracassos. Em vez disso, elas assumem seus erros e, ao fazê-lo, mudar para melhor.

Viva o presente
Pessoas felizes não vivem do passado ou se preocupam com o futuro. Elas saboreiam o presente. Se envolvem em tudo o que está fazendo no momento. Param e cheiram as rosas.


Acorde no mesmo horário todos os dias
Você já reparou que muitas pessoas bem-sucedidas tendem a ser madrugadores? Acordar no mesmo horário estabiliza o seu metabolismo, aumenta a produtividade e nos coloca em um estado calmo e centrado.

Não se compare aos outros
Todos têm seu próprio ritmo. Então, por que se comparar aos outros? Pensar ser melhor que outra pessoa leva a um sentimento de superioridade não muito saudável e, se pensar o contrário, acabará se sentindo inferior. Então, concentre-se em seu próprio progresso.

Escolha seus amigos sabiamente 
A miséria adora companhia. Por isso, é importante cercar-se de pessoas otimistas que vão incentivá-lo a atingir seus objetivos. Quanto mais energia positiva em torno de você, melhor vai se sentir.

Não busque a aprovação dos outros
As pessoas felizes não importam com o que os outros pensam delas. Seguem seus próprios corações, sem deixar os pessimistas desencorajá-los, e entendem que é impossível agradar a todos. Escute o que as pessoas têm a dizer, mas nunca busque a aprovação de ninguém.

Aproveite seu tempo para ouvir
Fale menos, ouça mais. Escutar mantém a mente aberta. Quanto mais você ouve, mais conteúdo você absorve.

Cultive relacionamentos sociais
Uma pessoa só é uma pessoa infeliz. Pessoas felizes entendem o quão importante é ter relações fortes e saudáveis. Sempre tenha tempo para encontrar e falar com sua família e amigos.

Medite
Ficar no silêncio ajuda você a encontrar sua paz interior. Você não tem que ser um mestre zen para alcançar a meditação. As pessoas felizes sabem como silenciar suas mentes, em qualquer hora e lugar, para se acalmar.

Coma bem
Tudo o que você come afeta diretamente a capacidade de seu corpo produzir hormônios, o que vai definir seu humor, energia e enfoque mental. Certifique-se de comer alimentos que vão manter seu corpo saudável e em boa forma e sua mente mais tranquila.

Faça exercícios
Estudos têm mostrado que o exercício aumenta os níveis de felicidade e autoestima e produz a sensação de autorrealização.

Viva com o que é realmente importante
As pessoas felizes mantêm poucas coisas ao seu redor porque elas sabem que excessos as deixam sobrecarregadas e estressadas. Estudos concluíram que os europeus são muito mais felizes que os americanos, porque eles vivem em casas menores, dirigem carros mais simples e possuem menos itens.

Diga a verdade
Mentir corrói a sua autoestima e o torna antipático. A verdade sempre liberta. Ser honesto melhora sua saúde mental e faz com que os outros tenham mais confiança em você. Seja sempre verdadeiro e nunca se desculpe por isso.

Estabeleça o controle pessoal
As pessoas felizes têm a capacidade de escolher seus próprios destinos. Elas não deixam os outros dizerem como devem viver suas vidas. Estar no controle completo de sua própria vida traz sentimentos positivos e aumenta a autoestima.

Aceite o que não pode ser alterado
Depois de aceitar o fato de que a vida não é justa, você vai estar mais em paz com você mesmo. Portanto, concentre-se apenas no que você pode controlar e mudar para melhor.

Tradução do texto da Chiara Fucarino
Créditos: Agora Sim

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Desvendando o mistério dos rótulos

Levante a mão quem tem o hábito de ler antes de comer.
Como os produtos que encontramos nas prateleiras do mercado convencional podem durar tanto, mantendo inalterados o sabor, a crocância, a cor? 

Não existe milagre. No mundo dos alimentos industrializados a durabilidade é garantida por uma extensa lista de aditivos químicos.

A seguir, um artigo “Aditivos e seus efeitos no organismo”, publicado pelo médico naturalista Marcio Bontempo.

Os principais aditivos alimentares
Aromatizantes: ou flavorizantes. Substâncias ou compostos usados para intensificar o paladar e o aroma dos alimentos, ou conferir-lhes um sabor que não possuem.
Corantes: para dar ou realçar a cor, com o propósito de atrair a atenção. Não possuem qualquer princípio nutritivo.

Conservantes: usados para manter os alimentos íntegros, manter-lhes o sabor e o aspecto.
Edulcorantes ou adoçantes: a este grupo de produtos químicos pertencem as substâncias de sabor doce mas que não sejam glicídicas. Sendo assim, não determinam modificações químicas e fermentações específicas produzidas pelos adoçantes açucarados ou que contenham glicose, frutose, dextrose. Os mais usados são quase todos sintéticos, como a sacarina e o ciclamato de sódio.

Antioxidantes: para evitar alterações provocadas pela oxidação, como a rancificação das gorduras , escurecimento das frutas, descoloração das carnes, deteriorização dos sucos de frutas cítricas, modificação da cor de frituras em saquinhos plásticos.
Estabilizantese: para manter a densidade ou aumentar a viscosidade do alimento.

Efeitos colaterais
Antioxidantes
Ácido fosfórico (H.III) – aumento da ocorrência de cálculos renais.
Ácido nordihidroguairético (A. IV) - interferência nas enzimas do metabolismo das gorduras.

Butil-hidroxianisol - BHA - (A.V.); Butil-hidroxitolueno BHT-(A. VI) - ação tóxica sobre o fígado, interfere na reprodução de cobaias de laboratório.
Fosfolipídios - (A.VIII) - Acréscimo do colesterol sanguíneo.
Gelato de propila ou de octila (A.IX) - reações alérgicas, interfere na reprodução de animais de laboratório.
Etilenodiaminotetetracetato de cálcio e dissódico - EDTA - (A.XII)- descalcificação e redução da absorção de ferro.

Antiumectantes
 Ferrocianeto de sódio, cálcio ou potássio (AU. VI) - intoxicação nos rins.
Acidulantes
Ácido acético em geral - cirrose hepática, descalcificação dos dentes e dos ossos.

Corantes
Todos - (CI) (CII) - reações alérgicas: alguns possuem ações tóxicas sobre o feto ou são teratogênicos, ou seja, podem fazer nascer crianças-monstro; anemia hemolítica; o caramelo, quando preparado de modo inadequado, pode conter substâncias capazes de causar convulsões.

Conservadores
Ácido benzóico (PI) - alergia, distúrbios gastrointestinais.
Ésteresdoácido hidroxibenzóico (P III) - dermatite; redução de atividade motora.
Dióxido de enxofre e derivados (PV) - redução do nível de vitaminas B¹ nos alimentos; aumenta a frequência de mutações genéticas em animais de laboratório.
Antibióticos (oxitetraciclina cloretetraciclina e outros) (PVI) - desenvolvimento de raças de bactérias resistentes aos antibióticos; reação de hipersensibilidade.

Nitratos, Nitritos (P VII) (PVIII) - ao combinarem-se com as aminas de várias fontes alimentares, originam as nitrosaminas, que podem causar câncer gástrico e do esôfago.
Éster dietilpirocarbônico (PX) - formação de uretanos (carbonato de etilo, solúvel em água), que são cancerígenos.
Edulcorantes - sacarina (DI) - causa câncer na bexiga de animais de laboratório.
Espessantes - irritação da mucosa intestinal; ação laxante.
Estabilizantes - Polifosfatos (ET XV ET XI XVIII) - elevação da ocorrência de cálculos renais; distúrbios gastrointestinais.
Aromatizantes – alergia; retardam o crescimento e produzem câncer em animais de laboratório.

Umectantes
Dioctilsulfossuccinato de sódio (U III) – distúrbios gastrointestinais circulação pulmonar.

Créditos: Boletim Informativo da Teia de Educação Ambiental da Mata Atlântica (Dom Pedro de Alcântara – Mampituba – Morrinhos do Sul – Três Cachoeiras – Torres)

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Cárie dental: como prevenir?

Os dentes estão em constante processo de desmineralização (perda de minerais) e remineralização (agregação de minerais). 

As bactérias presentes na boca liberam ácidos quando metabolizam os alimentos que ficam acumulados nos dentes e língua. Isso causa a desmineralização dos dentes.


Na maior parte do tempo, a escovação e a própria saliva garantem a remineralização dos dentes através da presença do flúor.


Processo de desmineralização e remineralização dental em equilíbrio

Sobre a cárie dental
A cárie dental acontece quando a quantidade e frequência de alimentos ricos em sacarose são grandes e a escovação dental é insuficiente ou inadequada.  Ou seja, a cárie ocorre quando a desmineralização dos dentes causada pelos ácidos liberados por bactérias presentes na boca é maior do que a remineralização obtida pelos minerais da saliva e pela escovação dentária.

Processo de desmineralização e remineralização dental em desequilíbrio = Cárie
Alimentação X Cárie dentária
Clique em cima da imagem para visualizar melhor - Créditos: Saúde Vida 


Como prevenir?
Dar preferência para os alimentos menos cariogênicos.  Fazer as refeições em horário regulares e evitar ficar “beliscando” durante o dia. Os alimentos mais cariogênicos não são proibidos, mas devem ser consumidos com moderação e sempre durante as refeições. 

Escovar os dentes e passar fio dental após cada refeição (café da manha, almoço, lanches e jantar).Utilizar creme dental fluoretado nas escovações. Não utilizar escovas com cerdas deformadas ou com acúmulo de sujidades.

“Prof. Dr. Jaime Aparecido Cury - Professor Titular de Bioquímica, Faculdade de Odontologia de Piracicaba (Unicamp), e outros profissionais abordaram o tema do dentifrício fluoretado como fator de risco de fluorose, e em que grau de fluorose está em debate? 

Trata-se de fluorose muito leve a qual não compromete o grau de satisfação das pessoas com seus dentes. Usando-se uma pequena quantidade (aproximadamente 0,3 g – um grão de arroz cru) de dentifrício de concentração de F convencional (1000-1100 ppm F), a quantidade de Flúor ingerida é segura em termos de fluorose dental, e o benefício anticárie é mantido. 

O uso do creme dental fluoretado deve ser recomendado como um procedimento preventivo básico”. Créditos: Ab-Odontopediatria - Unicamp

Fluorose: se ingerido em excesso, entre 11 meses e 7 anos, momento da formação dos dentes, pode trazer manchas brancas. Em casos mais severos, os dentes podem ficar porosos e amarronzados. 

Créditos: Dra. Carolina Alves Reynaldo - Cirurgiã Dentista - Auditora Odontológica IPSM CROMG 31763

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

O sentido para a vida

“Dizem que o que procuramos é um sentido para a vida. Penso que o que procuramos são experiências que nos façam sentir que estamos vivos”. (J. Campbell)

Para uns, a jornada é acidentada, e em alguns momentos, dá vontade de desistir...  Ao contrário do que você pensa, é nesses momentos que algo muito maior está acontecendo. 

Estamos aqui para aprender, não para sofrer. Abandone o passado, desbloqueie sua paralisa afetiva. Á medida que ganhamos experiências, um pouco mais nos é revelado. Abra-se!

Ninguém é igual a ninguém e ninguém é perfeito. A vida vai dando coisas com que você consegue lidar, conforme você vai aprendendo a lidar com elas. É assim que a vida funciona. 

Avançamos no caminho espiritual através dos relacionamentos. Deepak Chopra escreveu: “Seja qual for o relacionamento que você atraiu para dentro de sua vida, numa determinada época, ele foi aquilo de que você precisava naquele momento”.

Nada é por acaso. Nós nos colocamos em uma espécie de “trilha”, que sempre esteve aí, o tempo todo, à sua espera. Você elegeu seu destino. A vida que você tem que viver é essa mesma. “Você não consegue mudar o que não consegue encarar”. (James Baldwin)
Por isso, onde quer que você se encontre, é exatamente onde precisa estar, neste momento.

Quando você estiver pronto para fazer uma coisa nova, de maneira nova, você fará. Há sempre alguém à espera da pessoa na qual você está se transformando. Talvez, você ainda não esteja pronto para reconhecê-la.

A cada momento, cada um de nós está passando pelo processo de “ser”  de “se tornar”. Como as pessoas, os nossos relacionamentos também mudam. E ainda há muito a aprender sobre Amor...
Ainda há muito a ser realizado. Apesar de muitos problemas, há Esperança, Fé, Alegria, há o Amor... Temos tudo que nos é necessário para evoluir!


Créditos: Rastro de Sol – Yahoo Grupos – Recebido por email

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...