segunda-feira, 21 de julho de 2014

A arte de surpreender e a de agradecer

As leis fundamentais para construir uma relação saudável devem ser praticadas regularmente, como exercícios físicos. 

De todas as leis para impactar, reciclar e reconstruir relações encantadoras com o parceiro, filhos, alunos, amigos, pais, irmãos e todas as personagens com que vivemos, nada é tão fascinante do que a arte de surpreender. Surpreender é romper o cárcere da rotina, os grilhões da mesmice, as tramas do tédio.

Se eu pudesse mapear a sua história, detectaria que as janelas light mais poderosas da sua memória foram construídas a partir das surpresas mais agradáveis da sua história. Quer fazer a diferença real na vida de quem ama? Saia do lugar-comum. Reaja de maneira imprevisível, diga algo encantador num dia comum. Gerará uma emoção borbulhante e inesquecível.

A arte de surpreender é mais poderosa do que a arte de elogiar. Quando elogiamos falamos o esperado, por outro lado, quando queremos surpreender precisamos dizer o inesperado. Elogiar é ter atitudes previsíveis, surpreender é ter atitudes imprevisíveis. Elogiar é exaltar o visível, surpreender é exaltar o invisível. Você atinge o céu da relação quando une a arte de elogiar com a arte de surpreender.

Mas, onde estão as mulheres surpreendentes? Onde estão as pessoas que dizem coisas nunca antes faladas? Onde estão os amantes que deixam  seus parceiros embasbacados? Onde estão as mulheres que encantam seus homens, mesmo que eles sejam mentes complicadas? 

Onde se encontram as mães que dão um choque de lucidez e afetividade em seus filhos, mesmo que sejam relapsos? Onde estão os pais que deixam de ser repetitivos e cansativos, que alçam voos na sua maneira de ser, falar e interpretar?

Algumas professoras querem corrigir seus alunos, mas não sabem que devem plantar janelas surpreendentes. E como poderão produzi-las se não impactam seus alunos ansiosos e alienados com atitudes inovadoras e não com velhas broncas? 

Primeiro, devemos conquistar o território da emoção, para depois conquistar o da razão. Mesmo alunos agressivos não resistem a um professor surpreendente. Chame-os à parte, diga-lhes quanto eles são importantes, conte a eles um período difícil de suas histórias para que se identifiquem com vocês, e deixe claro que apostam neles.

Infelizmente, não são poucos os professores que se irritam, chamam a atenção, levantam a voz, fazem tudo igual por anos a fio diante de uma plateia lenta em reagir. Muitos pais são engessados em educar seus filhos. Dão as mesmas respostas para os mesmos problemas. Pais brilhantes e professores fascinantes utilizam a arte de surpreender, expressam sentimentos e fazem comentários que tiram o fôlego dos seus educandos.

Autor: Augusto Cury é médico psiquiatra, cientista e escritor. É um dos autores mais publicados no mundo. Capítulo 10 do livro “Mulheres Inteligentes, Relações Saudáveis” – Páginas 129, 130 e 131.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A bondade em palavras cria confiança; a bondade em pensamento cria profundidade; a bondade em dádiva cria amor. Provérbio chinês

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...