sexta-feira, 11 de julho de 2014

Contra-indicações reais para o uso de pimenta

Gastrite: a pimenta pode ser prejudicial, se ingerida em grande quantidade. Ela provoca o aumento das enzimas digestivas, inclusive as ácidas. 

A pimenta não é mais maléfica do que o café, suco de laranja ácida, refrigerante à base de cola, chips, frituras carregadas e abacaxi ácido – alimentos que não são aconselháveis a quem sofre de gastrite.

Hemorroidas: também se deve evitar o uso, mas apenas em casos muito intensos, pois pode haver mais irritação do endotélio (e não dilatação das veias). Há tratamentos externos para lavagem do reto com pimenta diluída para as crises de hemorroidas.

De modo geral por precaução, recomenda-se que indivíduos com problemas no trato gastrintestinal (gastrite, úlcera, hemorroidas e outros) evitem a ingestão, uma vez que a capsaicina em excesso funciona como um agente agressor das mucosas.

Há também contra-indicações do uso da pimenta para pessoas que sofrem de refluxo gástrico, colite, psoríase, doenças da pele, mas não existem razões ou explicações cientificas para isso. 

Mesmo para quem não sofre desses males, usada moderadamente, a pimenta é um ótimo tônico cardíaco, circulatório, anti-reumático, faz bem para quem tem artrite, artrose e melhora os sintomas gripais. A semente da pimenta lavada, sem a polpa, seca, moída, é ótima para as doenças infecciosas, tipo reumatismo, artrite e artrose.

Outra ideia errônea, esta mais moderna, aponta que pessoas com dilatação da próstata (HPB) não devem ingerir pimenta porque ela pode agravar o “processo inflamatório”. Esta afirmação é duplamente falsa: primeiramente a pimenta é um antiinflamatório e analgésico, e, em segundo lugar, a hipertrofia benigna da próstata não é uma inflamação, mas sim um crescimento lento do tecido prostático. 

Existe de fato uma contra-indicação sim, na prostatite, mas, neste caso, estão contra-indicados todos os itens alimentares e bebidas capazes de irritar a mucosa da uretra na prostatite aguda, como álcool, café, chá preto, chá mate, limão, temperos fortes, por fim, pimenta, mas, mesmo assim, só em excesso.

A pimenta é indicada tanto no tratamento como na prevenção do câncer de próstata, graças ao seu teor de elementos antioxidantes e protetores do órgão.

Créditos: Livro “Pimenta e seus benefícios à saúde” – Dr. Marcio Bontempo – Capítulo XI, páginas 111, 112 e 115.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nada de desgosto, nem de desânimo; se acabas de fracassar, recomeça. Marco Aurélio

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...