sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Atividade física é importante para manter os minerais e fortalecer os ossos

Mexa o esqueleto - a saúde dos ossos depende basicamente da combinação de duas coisas:
Atividade física: fortalece os ossos porque coloca o esqueleto para trabalhar em conjunto com os músculos e tendões.

Alimentação: ajuda na produção dos minerais de que os ossos precisam.

Frequência
Para surtir efeito, é importante que os exercícios sejam feitos de cinco a seis vezes por semana, até no máximo uma hora por dia.
Mas o ideal é que cada um faça uma avaliação médica antes de iniciar qualquer atividade física.
Mesmo pessoas muito fora de forma e de qualquer idade podem começar a se movimentar e ter benefícios.

Faça em casa
Várias atividades corriqueiras podem ajudar a espantar o sedentarismo e a ganhar ossos e músculos mais fortes.
Arrumar a casa ou pintar uma parede são exemplos que exigem bastante esforço físico.
Quem usa transporte público pode descer dois ou mais pontos para caminhar um pouquinho até o trabalho.
Em casa, procure ficar em pé em algumas atividades, como ao atender o telefone (o fato de precisar de equilíbrio estimula músculos, tendões e ossos).

Força e impacto
Os ossos precisam de atividades que tenham impacto, para os tendões fazerem uma pressão maior nos ossos.
Para se adaptar ao músculo desenvolvido com a atividade física, os ossos “crescem” com ele. Ou seja, ganham massa óssea com maior absorção de minerais, como cálcio e fósforo. Mas isso só acontece com exercícios de impacto, como a caminhada, corrida, musculação, vôlei e futebol.

Coma bem
Consuma diariamente alimentos que contenham cálcio, principalmente os derivados do leite, verduras verde-escuras, salmão e sardinha.
Um adulto necessita de 1.000mg de cálcio por dia.

Tome sol
Para se fixar nos ossos, o cálcio precisa de vitamina D, que adquirimos ao tomar sol.
São necessários de 15 a 20 minutos do sol da manhã diretamente na pele dos ossos longos, como os das pernas e braços. 

Neste caso, só use protetor solar no restante do corpo, principalmente no rosto e no pescoço.
Você pode unir o útil ao agradável, tomando o sol ao fazer uma caminhada de bermuda e camiseta pela manhã. 

O que não fazer
Não perca o ritmo das atividades: o sedentarismo faz o corpo se acostumar com a falta de atividades e o resultado é perda da massa muscular.
Cuidado com o sal: em excesso, ele facilita a perda de cálcio pela urina.
Suplementação de cálcio: em idosos, o cálcio em forma de medicamento pode causar a formação de pedras nos rins ou até entupir artérias.

Créditos: Caio de Souza, ortopedista - Fábio Cardoso, médico funcional – Hospital Universitário de Florianópolis.
Jornal Agora SP – Viva Bem

2 comentários:

Nada de desgosto, nem de desânimo; se acabas de fracassar, recomeça. Marco Aurélio

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...