quarta-feira, 6 de maio de 2015

Bolo com chá branco, limão e mel

Ingredientes:
1 xícara de farinha de castanha caju
2 ovos orgânicos
1 e  ½  xícara de farinha de trigo branca
½  xícara de farinha integral
1 xícara de açúcar demerara orgânico
1 xícara de leite de coco
1 colher sobremesa fermento em pó
1 colher sopa cheia de chá branco
2 limões
mel
Modo de fazer: bata no liquidificador por um minuto, o leite de coco, o chá, o açúcar e os ovos. Em outro recipiente misture todos os ingredientes secos e as raspas do limão.
Derrame sobre eles a massa batida no liquidificador e bata muito bem com uma colher de pau. Coloque a massa em forma para bolo untada. Asse a 170 graus por 20 minutos.
Para fazer a calda: esprema o suco dos limões e acrescente 5 colheres de sopa de mel, misture bem e coloque sobre o bolo.

Preparo do chá: coloque a água para ferver e, antes de surgirem as primeiras bolhas, apague o fogo. Acrescente a erva (1 colher de sopa rasa para 1 xícara). Abafe por cinco minutos e coe. Não guarde o que sobrar, pois o ar destrói parte dos componentes ativos do chá. Aproveite para degustar, seu sabor é delicado e adocicado.


O chá branco é a infusão de chá com folhas jovens (novos botões que cresceram) e que não sofreram efeitos de oxidação. Os botões podem estar protegidos da luz do sol para prevenir a formação de clorofila. Contém  propriedades que ultrapassam o chá verde na prevenção do câncer do cólon e maior quantidade de antioxidantes que outros chás. 

Entre todos os chás, o branco é o que apresenta maior concentração de polifenóis, entre outros antioxidantes. Essas substâncias ajudam a neutralizar os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento celular.  Possui vitamina B, C, K, cafeína, antioxidantes, manganês, potássio e ácido fólico. A partir desses nutrientes pode acelerar o metabolismo, desinchar o organismo, queimar gorduras, diminuir o colesterol ruim. 


Créditos do bolo: Revista do Tatuapé – Informações sobre o chá branco: Chá e Cia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nada de desgosto, nem de desânimo; se acabas de fracassar, recomeça. Marco Aurélio

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...