segunda-feira, 4 de maio de 2015

Plantas medicinais que combatem a depressão

Não é uma simples tristeza, é uma doença, uma patologia, um dos piores sofrimentos que a mente humana pode suportar. 

Pode ter várias causas, existe a depressão endógena, que vem da própria pessoa, a depressão reativa, consequência de algum trauma, desilusão, solidão... 

As plantas medicinais agem também neste problema ajudando a melhorar a qualidade de vida e dar aquela sensação de bem-estar.




 Banana: 30% de carboidratos, potássio, sódio, fósforo, magnésio, cloro, cálcio, enxofre e vitaminas A, B1, B2, niacina e C. 

Existe uma substância adstringente que acalma os intestinos e está contida na polpa do fruto. É indicada também para os casos de úlcera e gastrite. Suas propriedades medicinais são: antisséptica, cicatrizante, emoliente, nutritiva, remineralizante. 

O uso da banana na dieta diária aumenta os índices de serotonina no sistema nervoso.  As bananas contêm um aminoácido chamado triptofano, que se transforma em serotonina ao ser metabolizado.

Hipérico (erva-de-são-joão): com ação cicatrizante, analgésica, antibiótica e vermífuga, possui óleos essenciais (que aparecem como pequenas manchas nas folhas). 

Além de curar  asma e inflamações do aparelho respiratório e digestivo, trata feridas, úlceras, reumatismo e dores ciáticas. 

Em 2002, por causa dos efeitos colaterais (pressão alta e outros), o Ministério da Saúde obrigou que as formulações de laboratório feitas com esta planta só sejam vendidas com receita carbonada retida na farmácia, como acontece com remédios antidepressivos alopáticos.  
Os tratamentos com esta planta exigem acompanhamento médico.

Receita à base de hipérico (antidepressivo): ferva 1 colher de (sopa) de folhas picadas em 1 xícara (chá) de água, por 2 minutos. Tampe e deixe esfriar. Tome pela manhã e á noite.

Kava-kava: tonifica o sistema nervoso, capaz de aliviar inflamações, tônico geral e efeito seguro contra a depressão. Pesquisas mostraram que o extrato de kava atua numa área do cérebro chamada sistema límbico, principalmente na amígdala, responsável pelas emoções. O tratamento deve ser acompanhado por médico.
Efeitos colaterais: o uso continuado do chá pode provocar descoloração da pele, aumento da pressão e problemas estomacais. Não pode ser usada por mulheres grávidas ou pessoas com depressão endógena (de origem biológica e não proveniente de traumas emocionais). Não se pode usar com outras substâncias que agem no sistema nervoso central, como álcool, barbitúricos e psicotrópicos como calmantes e antidepressivos.

Receita à base de kava (antidepressivo): despeje 1 xícara (chá) de água fervente em 1 folha média de kava e deixe amornar tampado. Tome 3 vezes ao dia, depois do almoço , no fim da tarde e na hora de deitar.

Créditos: Kátia Schmidt Rodrigues – Bióloga (especialista em plantas medicinais).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A bondade em palavras cria confiança; a bondade em pensamento cria profundidade; a bondade em dádiva cria amor. Provérbio chinês

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...