sexta-feira, 15 de maio de 2015

Garrafadas com ervas medicinais

Garrafada para bronquite: 1 garrafa de cachaça + 1 lasca de casca de angico + 3 pontas do ramo da macela. Colocar o angico e os ramos da marcela na cachaça, fechar bem e guardar em local protegido do sol por 3 dias, pode enterrar se quiser. Tomar 3 colheres (sopa) ao dia.

Garrafada para hemorroida: 1 garrafa de cachaça de alambique + 3 pedaços médios de nó de pinho picados;  1 colher (sopa) de folhas picadas de erva de bicho, outra de eucalipto, outra de rubim.  Juntar todas as ervas, colocar na cachaça e deixar por 2 dias, coar e tomar uma colher (sopa) em jejum. 

Garrafada para vermes: 1 garrafa de vinho branco + 9 dentes de alho;  1 colher (sopa) da erva de santa maria + 1 colher (sopa) de hortelã;  1 colher (sopa) da flor de mamão macho + 1 colher (sopa) de babosa;  9 sementes de abóbora + 6 pontas de folha amarela de mamão;  40 sementes de limão, secas e amassadas.  Colocar tudo num recipiente que possa fechar bem, deixar por 8 dias, mexendo diariamente, depois coar e tomar em jejum por 3 dias, parar 3 dias e depois repetir novamente. Crianças, 1 colher (sopa) e adultos, 1 xícara (cafezinho). 

Garrafada para menopausa: 2 garrafas de vinho tinto;  1 colher (sopa) rasa de cada uma dessas plantas:  agoniada; erva cidreira; açoita cavalo; calêndula; maracujá; erva moura; margarida branca; parreirinha do mato; parreira; trapoeraba; sálvia; pariparoba; mentruz; louro; erva tostão; hortelã; melissa. Deixar todas as ervas no vinho por 4 dias, depois filtrar. Tomar 2 colheres (sopa) em jejum e a noite, durante 3 meses.

Garrafada para hepatite: 5 litros de água; 1 colher (sopa) de cada erva abaixo, picada:  alcachofra;  alfazema;  azedinha;  cabelo de milho;  carqueja;  cipó mil-homens; dente de leão;  erva cidreira;  erva tostão;  hortelã;  guanxuma;  jurubeba;  losna;  marcela;  pariparoba; raiz de picão preto;  raiz de salsa;  folha de ameixa; rosa vermelha;  espinafre.  Juntar todas as ervas, colocar na água para ferver por 5 minutos, depois deixar repousar por 5 minutos, coar e acrescentar 1 copo de açúcar mascavo (ou se não tiver pode ser o cristal) para cada litro de chá. Ferver até ponto de xarope. Tomar 3 colheres (sopa) ao dia, antes das refeições. 

Garrafada para infecção: 1,5 litro de água; 1 colher (sopa) das seguintes ervas:  açoita cavalo;  artemísia;  camomila;  cipó mil homens;  calêndula;  cavalinha;  canela;  noz-moscada ralada;  hortelã;  malva;  semente de urucum;  tansagem.  Juntar todas as ervas à água e deixar ferver por 5 minutos, depois deixar descansar por 10 minutos. Coar e acrescentar 1 copo de açúcar mascavo (cristal) e ferver por mais 10 minutos. Guardar em geladeira e acrescentar o suco de 2 limões. Tomar 3 colheres (sopa) ao dia, antes das refeições.

 “Todas as garrafadas têm atividades farmacêuticas, elas devem ser encaradas como medicamentos. Tomadas na hora certa, na quantidade certa, elas vão ajudar a curar vários tipos de doenças. É o que aponta o professor, farmacêutico e especialista em Botânica Ivan Coelho Dantas, que pesquisa a ação das garrafadas e aponta a eficiência dos compostos. (Rádio liberdade 96FM)
Créditos: Angelo L.Robertina Eng. Agrônomo Emater-Pr. 
Imagem: Garrafas com raiz 

6 comentários:

  1. A da menopausa ta de bom tamanho pra mim kkkk, bjo

    ResponderExcluir
  2. Eu quería esta das infecao tenho reacoes hansenias será q ajuda pra eliminar os bacilos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Alyne!
      Segundo especialistas, ainda não há um tratamento
      específico capaz de impedir a ocorrência desses
      epifenomenos. Mas, tenha fé que tudo dará certo.
      Por gentileza, procure um especialista em plantas medicinais, para que possa orientá-la.
      Boa sorte!

      Agradeço sua visita!

      Excluir
  3. Essa de garrafada de infecção ela não é abortiva grávida tambem pode tomar ou tem algum risco?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Pam!

      Existe sim. Dentre os remédios naturais mais recomendados e consumidos estão os chás, mas algumas plantas podem colocar a saúde da mãe e do bebê em risco. Algumas ervas medicinais podem causar intoxicações, diminuir a quantidade de leite e até levar ao aborto.
      Os chás permitidos: devido às suas propriedades calmantes e digestivas, os chás de erva doce, erva cidreira, camomila e capim-limão são permitidos durante a gestação, pois proporcionam uma sensação de relaxamento para a mãe e para o bebê.

      No entanto, lembre-se que o ideal é usar os chás apenas sob orientação médica, para evitar qualquer risco.

      Agradeço pela visita!

      Excluir

Nada de desgosto, nem de desânimo; se acabas de fracassar, recomeça. Marco Aurélio

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...