quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Escalda pés – energia renovada

Por Sylvia de Seganttini
Os pés, responsáveis por nosso caminhar, nem sempre recebem a atenção necessária e acabam sendo esquecidos. Aliás, se observarmos bem, há dias que nem prestamos atenção a partir dos joelhos para baixo. Isso ocorre por que há uma tendência natural em mantermos o excesso de energia yang concentrada na cabeça. 

E, segundo a medicina tradicional chinesa baseada na polaridade yin e yang, o escalda-pés auxilia a distribuir essa energia yang (na cabeça) para a extremidade fria os pés (energia yin). Esse equilíbrio energético funciona muito bem quando se está literalmente de cabeça quente!

O escalda-pés é tratamento muito antigo, utilizado pelas nossas avós. Seu principal objetivo era aquecer os pés e tirar a friagem após uma caminhada pela neve, exposição na chuva, nas gripes e dores articulares. É importante não levar a expressão "escalda-pés" ao pé da letra! Na planta dos pés existem pontos que podem ser afetados e o uso de água quente ou fria em demasia não é recomendável.
Sempre que possível se entregue às delícias de receber os cuidados de um profissional especializado na região dos pés, pois de quebra, você ainda pode relaxar numa confortável cadeira reclinável, tomar um chá e finalizar com uma massagem como a reflexologia!
Anote minha receita infalível para depois de um dia exaustivo, pés doloridos e pernas pesadas.

Escalda pés relaxante
Temperatura adequada:  37ºC (verão) a  38ºC (inverno). 
Importante: verifique a temperatura da água com o auxílio de um termômetro, evitando queimaduras e respeite a sensibilidade da sua pele.
Use uma bacia funda ou balde largo para que seus pés fiquem confortáveis. Coloque no fundo da bacia pedras roladas de quartzos verdes e uma turmalina negra.

Material:
2 colheres de sopa de sal amargo. 
1 colher de sal grosso 
5 saches de chá de camomila 
3 rodelas de limão 
10 gotas de extrato de própolis 
1 jarra com água bem quente se desejar intensificar o tempo. 
1 jarra com água fria. 
1 vasilha tipo caneca ou jarra pequena para auxiliar a jogar água também a partir dos joelhos. 
1 escova para uso corporal com cerdas macias e firmes. 
1 toalha macia 
Creme hidratante especial para os pés.
Um par de meias de algodão.

Como fazer:
Deixe o ambiente preparado para facilitar a terapia. Tenha todos os ingredientes a mão, a chaleira com a água quente e a jarra com a água fria.
Inicie escovando a seco as pernas a partir dos joelhos até os dedos dos pés. A escovação a seco elimina as células mortas, as toxinas e ativa a circulação.
Verifique a temperatura e coloque todos os ingredientes. Mergulhe os pés com cuidado e relaxe de 15 a 20 minutos. De quando em quando, adicione mais água quente. Aproveite para  escovar também às unhas para limpeza.

Com auxílio de um recipiente pequeno, despeje um pouco da água quente da bacia a partir dos joelhos. Passe a planta dos pés sobre as pedras para massagear a região.
Termine jogando a água fria a partir dos joelhos. Seque bem os pés, dedos e unhas. Massageie os pés com um creme hidratante apropriado para a região. Vista as meias e deite-se.

Comentários importantes:
Sal amargo e o sal grosso são anti-sépticos e excelentes para eliminar dores e relaxar.
O extrato de própolis é anti-séptico, fungicida e anti-inflamatório.
A camomila é relaxante, alivia dores e também é antiinflamatória.
 limão possui ação clareadora de manchas e atuará nas manchas que são causadas pelos calçados.

As pedras de quartzos verdes facilitam a massagem na planta dos pés trazem energia de cura e bem-estar.
A turmalina negra emite delicadamente raios infravermelhos que auxiliam a tratar e desinflamar as regiões com danos por calçados apertados e outros ferimentos nos pés.
A ação da água fria cria uma ação inversa após a água quente e vai aquecer e relaxar os pés.
Dica: caso queira apenas renovar as energias, reparar as dores nos pés e pernas para depois ir a uma festa, faça o seguinte:
Depois de jogar a água fria, jogue mais um pouco de água quente (limpa) e irá refrescar os pés e energizar!

Precauções:
Para crianças o pedilúvio é indicado para casos de friagem e colocar apenas 1 colher de chá de sal marinho.
Para peles sensíveis diminuir a temperatura.
Para gestantes usar a temperatura de 36 a 37ºC.
A temperatura superior a 37ºC  é  contra-indicada para crianças, hipertensão, hipotensão, diabetes, problemas cardíacos e peles altamente sensíveis.


Créditos: Buddha Spa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nada de desgosto, nem de desânimo; se acabas de fracassar, recomeça. Marco Aurélio

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...