quarta-feira, 7 de junho de 2017

Aprenda a cortar despesas para sobreviver na crise

 
Veja oito dicas para economizar:

Faça um diagnóstico das contas: para saber onde reduzir ou cortar gastos, é preciso conhece-los; anote todas as despesas mensais.
Separe os gastos fixos em obrigatórios, como comida, por exemplo, e não obrigatórios, como as idas à manicure.
É importante incluir não apenas os maiores e mais expressivos gastos, mas também os menores, como cafés e doces.

Identifique seu comportamento: aproveite esse momento para avaliar que tipo de consumidor você é ao fazer as compras.
Dentre os itens listados, verifique quais podem ser cortados ou reduzidos com mais facilidade.
Para fazer essa avaliação, é essencial ter consciência de seu estilo de vida e do padrão de consumo.

Fuja dos estímulos de consumo: se você não consegue ir ao shopping sem fazer compras, evite esse tipo de passeio.
Quando estiver em uma loja ou em um site e se deparar com um produto que interesse, espere cerca de 30 minutos antes de comprar, para ter certeza que ele é necessário.

Questione-se antes de comprar: antes de comprar qualquer coisa pergunte-se: “eu realmente preciso disso?”, se a resposta for não, não leve.
Apesar de a compra ser prazerosa no momento, seu custo pode ser muito alto depois.
O objetivo não é deixar de comprar, mas consumir de forma consciente.

Evite usar o cartão de crédito: considerar o limite do cartão de crédito e do cheque especial como parte da renda é um grande erro.
O limite do cartão de crédito deve ter valor equivalente a, no máximo, metade da renda, para evitar gastos excessivos.
Se for impulsivo, saia sem o cartão de crédito; seu uso deve ser limitado a compras maiores, como para ter um celular ou um eletrodoméstico.

Faça uma lista antes de ir ao supermercado: para evitar gastos em excesso, defina com antecedência o que deve ser comprado.
Dessa forma, é possível evitar o desperdício e permitir maior atenção à pesquisa de preços.
Não vá às compras com fome e, sempre que puder, evite levar os filhos, pois eles podem desviar sua atenção para itens desnecessários.

Economize nas contas básicas: como são variáveis, despesas com energia elétrica, água e gás sempre devem ser avaliadas.
É possível cortar gastos apenas apagando as luzes e desligando a TV quando ninguém estiver usando, por exemplo.
Esses cuidados são simples e podem levar a uma redução considerável de custos nas contas básicas da casa.


Defina metas: para mudar hábitos e cortar gastos, e é essencial ter objetivos bem definidos.
Ter um propósito também é essencial para economizar, seja para uma viagem com a família ou para trocar o carro.
Tendo uma meta definida, fica mais fácil fazer o diagnóstico das contas e ver o que é necessário para atingi-la.

Fonte: Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC, Reinaldo Domingues, presidente da Abefin e Roberto Navarro, especialista em educação financeira do Instituto Coaching Financeiro

Créditos: jornal Agora – 04/06/2017 – VivaBem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A bondade em palavras cria confiança; a bondade em pensamento cria profundidade; a bondade em dádiva cria amor. Provérbio chinês

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...