segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Pólen: corpo são, mente sã

O pólen, além de garantir melhoria da saúde, possui também propriedades terapêuticas como regulação do funcionamento intestinal, aumento da taxa de glóbulos vermelhos do sangue, em função da concentração de ferro e vitamina B12 e age também sobre o estado de fadiga, produzindo efeito eufórico, de 10 a 20 dias após o início de seu consumo, aumentando a capacidade física e mental.

O produto possui ainda ação protetora do sistema vascular com atuação dos flavonóides no sistema circulatório, o que fortalece as veias e artérias, ação na regularização hormonal e também no metabolismo celular devido à presença da grande quantidade de aminoácidos, oligo-elementos e vitaminas que são responsáveis pela síntese das proteínas. Uma nutrição com pólen permite a qualquer ser humano viver mais anos e com melhor qualidade de vida.

Confira os benefícios:
Cuida da visão: a vitamina A tem papel importante na visão noturna, na regeneração das mucosas e da pele, no crescimento e reprodução, tendo efeito igualmente benéfico sobre o cansaço ocular. Como o pólen das flores contem B-carotenos ou pró-vitaminas A, ele é também considerado um alimento de alto valor nutritivo e de fundamental importância na dieta humana.

Previne o envelhecimento cerebral: fornece os aminoácidos necessários e indispensáveis à fabricação da beta-endosphine, que é um neuro-hormônio fabricado na glândula hipófise do cérebro. Este neuro-hormônio controla a dor e aumenta a capacidade da pessoa idosa se adaptar ao estresse, sendo que a sua diminuição no organismo tem consequências nefastas nas capacidades amnésicas (perdas da memória).

Trata a anemia: o pólen é rico em ferro, em vitaminas do grupo B (particularmente B12). Essas substâncias ajudam na regeneração do sangue e dos tecidos.

Cuida do aparelho cardiovascular: o sistema circulatório é exposto às agressões internas e externas, sendo que toda anomalia ou agressão vai ocasionar desordens e perturbações do funcionamento do nosso organismo. Logo, o pólen contem substâncias denominadas flavonoides, os quais são produtos do metabolismo de certas partes aéreas dos vegetais que nosso organismo não sintetiza. Esses flavonoides são utilizados na medicina devido à sua ação anti-inflamatória, antibiótica e antioxidante.

Auxilia no aparelho urinário (Prostatismo): o adenoma prostático é um tumor benigno que afeta uma média de 60% dos homens que já passaram dos 60 anos. O desenvolvimento do tumor provoca alterações no sistema urinário com aumento de micções (urinar várias vezes durante a noite), bem como atraso do aparecimento do jato e diminuição do volume de urina. 

Necessidades contínuas de urinar, dores na micção, sensações pesadas ano-retais e perinais. Nestes casos um exame clínico e o diagnóstico de um médico especialista são indispensáveis. Milhares de homens, na Europa, beneficiaram-se do tratamento de doenças da próstata, utilizando a dose de 1 a 2 colheres de sopa de pólen por dia.

Como consumir:
Atletas: duas colheres de sopa (rasa) ao dia;
Adultos: uma colher de sopa (rasa) ao dia;
Crianças: (6 a 12 anos) uma colher de sobremesa (rasa) ao dia;
Crianças: (3 a 5 anos) uma colher de café (rasa) ao dia.
Deve ser preferencialmente consumido ao natural, em jejum, ou entre as refeições. Pode ser mastigado (bem mastigado para não provocar dores estomacais) ou misturado com mel (engolido) ou no alimento.

Créditos: Bambamel Natural – AGR Ecológico 

2 comentários:

A bondade em palavras cria confiança; a bondade em pensamento cria profundidade; a bondade em dádiva cria amor. Provérbio chinês

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...