quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Café Verde - eficaz na queima de gordura

Que café faz bem para a saúde, muita gente já sabe. Tomado com moderação e sem açúcar, diminui o risco de doenças cardíacas e diabetes, oferece antioxidantes e magnésio, ajuda a manter o cérebro vigilante e atento, entre tantos outros benefícios. Mas o café verde, aquele que não foi torrado da maneira tradicional, é pouco conhecido. Se usado com regularidade, o café verde (cápsulas) pode ser um grande aliado da dieta de emagrecimento.

Ácido clorogênico
O café verde difere do café torrado por conta de um composto muito interessante: o ácido clorogênico. Esse ácido tem um sabor extremamente amargo e, por isso, é removido do café que costumamos beber. O seu extrato ajuda na queima de gordura de maneira eficiente ao impedir a absorção rápida da glicose, proporcionando grande ajuda a um dos órgãos que mais trabalham no nosso corpo: o fígado. Assim, o organismo é estimulado a buscar energia naquele depósito de gordura que desejamos que desapareça.

O estudo do Dr.Oz
Esse suplemento para emagrecer tem sido estudado e comentado por grandes universidades e personalidades, como o famoso médico norte-americano Dr. Oz. Um estudo duplo-cego publicado em janeiro de 2012 na revista de estudos científicos “Diabetes, Metabolic Syndrome and Obesity” chegou à conclusão de que o café verde ajuda mesmo a emagrecer. 

Os participantes do estudo perderam, em média, 8 quilos em doze semanas, sem mudar nada na dieta nem intensificar os exercícios físicos. Claro que aqui não estamos procurando a pílula mágica, emagrecer depende de uma mudança de atitude. Porém o café verde pode ser um suplemento – ou seja, algo adicional, para ajudar a turbinar sua dieta. E se você está com medo do excesso de cafeína, procure pelos suplementos com pouca ou nenhuma cafeína.

Como Ingerir?
Para saber a dosagem correta também é necessário buscar ajuda profissional. Dependendo do caso o café verde (cápsulas) pode ser ministrado entre duas e três vezes ao dia, com 30 minutos de antecedência às refeições café da manhã, almoço e lanche da tarde. Como existe uma grande variedade à disposição no mercado, escolha aquele produto que contém, pelo menos, 45% de ácido clorogênico (pode estar listado com o nome de Svetol, GCA ou Green Coffee Antioxidant). 

Para consumir a nova promessa 
O produto, segue uma série de recomendações contra o uso do café verde em pessoas ansiosas, nervosas, que possuam hipertireoidismo ou sejam magras, além de ser contraindicado em crianças, idosos e gestantes.

Outros casos devem ser observados. Se o paciente interessado tiver depressão, gastrite crônica ou úlcera duodenal, por exemplo, cada caso deve ser avaliado por um profissional e acompanhado de perto.

O café é conhecido por atingir em cheio as pessoas com problemas estomacais. Em pacientes com doenças neurológicas como depressão e ansiedade, o acompanhamento deve ser feito por um psicólogo, em conjunto com psiquiatra.

Por ser estimulante, de repente, em casos de depressão, o café verde pode ser recomendado. Mas é preciso estudar caso a caso. Além disso, pacientes hipertensos também não devem consumir o produto, uma vez que ele tem ação estimulante.


Créditos: DietaeReceitas - Entretenimento.r7

Um comentário:

Nada de desgosto, nem de desânimo; se acabas de fracassar, recomeça. Marco Aurélio

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...