quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Alimentos funcionais para estimular a função hepática (fígado)

O fígado é responsável pela produção da bile, fundamental no processo digestivo e de anticorpos. Algumas enfermidades relacionadas ao mau funcionamento do fígado: cálculos biliares, cirrose hepática, hemorróidas, hepatite, hidropisia, icterícia e peritonite, entre outras.
As principais causas de enfermidades no fígado: bebidas alcoólicas, altas taxas de colesterol e excessos de gorduras na alimentação.
“Não adianta comprar bebidas caras ou importadas para evitar problemas com o fígado, porque ele não sabe ler rótulos. O que importa é a quantidade de bebida consumida e quanto se bebe ao longo da vida. As mulheres são mais “fracas” para as bebidas alcoólicas. Segundo o Dr. Paulo Celso Bosco Massarollo, se elas consumirem de 20 a 40 gramas de álcool todos os dias, durante 5 anos, certamente desenvolverão doenças hepáticas. Para os homens, o limite são 60 gramas. Uma única dose de uísque tem 10 gramas de álcool.”

Esta dieta retira a acidez do organismo.
Chás amargos: sucupira, limão (o limão e a maçã verde são desintoxicantes), carqueja, boldo, estomalina.
Deixar as gorduras, frituras.
Cozinhar só com água, não refogar.
Substituir os doces pelas frutas e mel.
Desjejum com mingau de aveia, trigo e maçã.
Mamão e flocos de milho.

Almoço: grãos cozidos e temperados: arroz, milho, saladas cruas com muita cebola.
Jantar: batata, mandioca, cará, inhame com brócolis e couve, ou frutas doces como figos, caquis, maçã. Banana não combina com amidos.

Evitar: alimentos industrializados, carnes gordas, frituras em geral, excesso de carnes, leites integrais e ovos fritos, margarina, gordura hidrogenada, embutidos, açúcar, geléias e doces concentrados, cogumelo, vinagre, mostarda, molho inglês, pimenta, defumados, leguminosas, frutas ácidas, cravo, cominho, anis, páprica, nozes, chocolate, farinhas brancas, queijos condimentados.

Alimentos funcionais para estimular a função hepática e a vitalidade: agrião, acelga, chicória, dente-de-leão, aipo, beterraba, folhas amargas em geral, alcachofra, sucos verdes, arroz integral, painço, mel, brotos em geral, azeite de oliva, suco de uva e morango (orgânicos), água de coco.

Alimentos chaves: mel, painço, arroz integral, suco de uva e folhas verdes.

Chás recomendados: chá de macela, chás hepáticos em geral de preferência antes de dormir, com ou sem mel.

Mel de cipó-uva: sem acidez, desintoxicante do fígado e da bílis, elimina os efeitos do álcool no organismo. É um ótimo tratamento da hepatite.

A hepatite e os efeitos que causa no fígado humano


A fibrose hepática é o resultado de uma resposta cicatricial do fígado a agressões repetidas. Após uma lesão aguda, como uma hepatite viral, as células do fígado regeneram e substituem as células que morreram. Durante esse processo ocorre uma resposta inflamatória. Se a lesão persistir, a regeneração deixa de ser possível e as células mortas são substituídas por tecido fibroso. 

A progressão deste processo conduz à formação de extensas áreas de fibrose (F1, F2, F3) e evolução para cirrose hepática (F4).
De acordo com Marina Neves, médica hepatologista da Clínica ABPH de Fortaleza (CE), dependendo do tempo, intensidade e da extensão da agressão, este quadro pode ser reversível, ou então ele pode progredir para doença hepática crônica e posteriormente a cirrose. Ainda segundo a doutora, na grande maioria dos casos esse processo se desenvolve de maneira silenciosa, com manifestações da doença apenas em estágios mais avançados, quando inclusive, existe o risco maior do surgimento de câncer no fígado.


As informações contidas nesta página são orientações gerais. Elas nunca devem substituir as especificações feitas pelo médico para o seu caso.

Créditos:
Professora naturalista Suely de Oliveira Pereira
Livro: Saúde e vida – F. Oliveira
Karen Sukadolnik – naturóloga, formada pela Universidade do sul de Santa Catarina – UNISUL
Dra. Marina Neves, médica hepatologista da Clínica ABPH de Fortaleza (CE) – ABPH(informativo)
Bambamel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nada de desgosto, nem de desânimo; se acabas de fracassar, recomeça. Marco Aurélio

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...