segunda-feira, 1 de junho de 2015

Como você vive o travessão?

Certo homem, ao falar no velório de seu amigo, citou datas gravadas nas lápides, de nascimento e morte do falecido. No entanto, disse: importante mesmo, é o travessão entre um e outro acontecimento (1944 - 2008).

Pois, o travessão representa todo o tempo que seu amigo aqui passou, que agora passado, somente tem valor para quem ele amou. 

De casas, carros ou dinheiro, não era tão importante quanto tinha, importante mesmo era como se comportava, como vivia e como amava.

Portanto, como está a sua vida agora? Existem coisas para consertar?
Do amanhã você não tem certeza, nem daquilo que poderá mudar. Se puder compreender o que realmente tem valor, procurar entender os anseios das pessoas em derredor, estressar-se menos, mais tolerância, mais apreço demonstrar. 

E às pessoas mais importantes de sua vida, amar. Se aos outros puder tratar com mais respeito, com um sorriso, sempre lembrando quão pequeno é este travessão, este pequeno risco. Para quando junto à sua urna queira discursar, do travessão de sua vida não precise se envergonhar.

(Weaver, 210, p. 14, apude Autor desconhecido)
Créditos: livro: Finanças – em busca do equilíbrio – autora – Estela Fernanda Maneta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A bondade em palavras cria confiança; a bondade em pensamento cria profundidade; a bondade em dádiva cria amor. Provérbio chinês

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...