quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Moringa‏ oleífera – A árvore milagrosa

Planta originária da Índia é considerada por botânicos e biólogos, um milagre da natureza. Uma esperança para o combate da fome no mundo. 

Rica em vitaminas e sais minerais, ela tem:
Sete vezes mais vitamina C que a laranja;
Quatro vezes mais cálcio que o leite;
Quatro vezes mais vitamina A que a cenoura;
Três vezes mais potássio que a banana;
Duas vezes mais proteína que o leite (cerca de 27% de proteína, equivalente à  carne do boi);
Mais ferro que o espinafre;
Vitaminas presentes: A, B (tiamina, riboflavina, niacina), C, E, e beta caroteno;
Minerais presentes: Fósforo, Ferro, Selênio e Zinco.

Sementes - De sua semente se extrai um óleo similar em qualidade ao azeite de oliva. Por ser a única planta conhecida que floresce todo o ano, é, também, considerada melífera, própria para a criação de abelhas. 

Seu mel é considerado medicinal e alcança elevado valor no mercado europeu. 
As sementes verdes podem ser cozidas, igual a feijão branco, soja, e servidas na forma de salada.

Folhas - Suas folhas e flores são comestíveis, para humanos e animais. Podem, também, ser utilizadas em chás para uso continuo. Vem sendo utilizadas para alimentação de ovinos, caprinos, galinhas caipiras, coelhos e vacas leiteiras.

Flores - Das flores se faz um prato apreciado na Indonésia e Timor Leste, chamado makansufa. As flores são fritas em óleo de coco, e imersas em leite de coco, sendo comidas com arroz ou milho. As folhas e flores podem, também, ser consumidas em vitaminas ou sucos com outros legumes, como beterraba, cenoura, ou frutas como a laranja, maçã, melão, mamão, caju, abacaxi. 

As flores também poderão ser utilizadas em um chá medicinal, recomendado para resfriados, de uso popular em vários países. O suco das flores ou folhas, pode compor caldos ou molhos, na sua forma natural para preservar vitaminas e sais minerais. É excelente no tratamento para redução de peso, e por ser rica em nutrientes, facilita uma reeducação alimentar sem agressão ao corpo e ao metabolismo.

Uso medicinal - Na África, com milhões de pessoas com o vírus HIV e AIDS, tem sido uma arma no combate aos efeitos debilitadores dessa doença, por ser rica em proteínas, vitaminas e sais minerais, assim como é poderosa arma contra a desnutrição crônica em muitas regiões daquele continente.

Resultados positivos ocorreram no tratamento de prostatite, câncer da próstata, reumatismo, tumores, lúpus eritematoso, artrites e outras doenças auto-imunes, hipertensão arterial, hepatite, mobilidade gastrintestinal, vírus Epstein-Barr, epilepsia, fadiga crônica, males causados pelo tratamento de câncer, tratamento pré-natal, de glaucoma, de má nutrição de adultos e crianças, de redução  da obesidade, cura de irritação gastrointestinal,  de dermatoses, de bronquites e de inflamações de mucosas em lactentes. 

As raízes são laxativas. A planta produz efeito renovador das células epiteliais, dos órgãos sexuais e do cérebro.
Estudos demonstraram sua eficiência em dezenas de doenças: é anti-diarréica, anti-inflamatória, anti-microbiana, anti-espasmódica, anti-diabética, diurética, vermífuga (flores e sementes).

Existe citação do uso dessa planta com essa finalidade na bíblia, em Exodus 15:20-25. Ela é considerada  um milagre da natureza, uma verdadeira farmácia natural.
Como usar a semente de moringa para purificar a água
Lave bem as mãos, limpando com cuidado as unhas.
(Isso é muito importante para evitar a transmissão de bactérias e doenças).

Separe três sementes de moringa para cada litro d’água que você deseja purificar.
(Para uma lata grande de vinte litros d’água, use sessenta sementes de moringa).

Retire as cascas das sementes, uma por uma, e coloque o miolo em um pilão e amasse todas.
(É importante que o miolo das sementes sejam bem amassadas como se faz com o tempero da comida).

Jogue o conteúdo do pilão na água que você quer purificar e mexa lentamente o líquido durante 5 minutos. (É nesse instante que a moringa começa a purificar a sua água).

Cubra a lata e espere durante duas horas até que a água fique bem limpa e todo o barro e a sujeira vá para o fundo da lata. (Você vai ver como toda a sujeira desce para o fundo da lata).

Bem devagar, retire com um caneco, a água limpa que fica em cima e coloque em um pote ou jarra.(A água está pronta para ser usada na cozinha ou mesmo para beber). 

Créditos: Texto e fotos:  Ideia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A coisa mais difícil de ver é precisamente o que está diante dos seus olhos. Goethe

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...