quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Itália dos meus sonhos

Tudo na Itália é superlativo: o tom de voz dos italianos é alto, suas mãos gesticulam a cada palavra, 3 mil anos de tradição mostram-se presentes em cada um dos milhares de museus e palácios do pais. Este mochilão vai permitir que exploremos nesta visão, neste sonho inesquecível, os encantos desse país que com certeza é muito, muito especial.


Por: Marcelo Testoni
Roma
"Quando em Roma, faça como os romanos." Esse conselho clássico leva a inúmeras opções: você deve priorizar a Roma de Augusto e César, cheia de espetaculares estruturas antigas? Ou a cidade de Michelangelo e da Vinci, que convida a uma peregrinação artística? Ou talvez seja melhor descobrir a Roma que encanta tanto apaixonados quanto turistas? Roma engloba tudo isso e ainda mais. Explore as sete colinas, pare para um cappuccino na Piazza di Spagna, prove um chianti em uma piazza escondida. Os vários encantos de Roma aguardam.


Veneza
Veneza faz você acreditar em contos de fadas. Como os carros são proibidos, o único meio de se deslocar por essa cidade de 1.500 anos é a pé ou pela água. Destes pontos de vista, você ficará extasiado pela beleza mágica da cidade. La Sereníssima, como a cidade é conhecida, é cheia de palácios e arte, de lojas refinadas e excelente comida. Relaxe na Piazza San Marco, visite as basílicas, beba um bellini no Harry´s Bar e caminhe pelas alamedas e pontes. Pense em viajar na baixa temporada para aproveitar mais da cidade.


Pisa
O Campo dei Miracoli e a frágil torre de Pisa são o principal motivo de as pessoas visitarem a cidade de Toscana, cuja história se inicia por volta de 1000 AC. Os grandes prédios são relíquias do poder marítimo da antiga república de Pisa. O visitante pode subir os 300 degraus da Torre para ter uma ampla vista. Outros pontos da cidade natal de Galileu são o Museu Nacional de San Matteo e o cemitério Camposanto. Passagens para ônibus locais podem ser compradas em tabacarias. Uma excelente rede ferroviária liga Pisa a outras cidades da Toscana.

Verona
A Verona medieval era tão esplêndida que sua reputação inspirou William Shakespeare a criar duas de suas melhores histórias, Romeu e Julieta e Os Dois Cavaleiros de Verona, aqui. Embora sua ligação com os Capuletos reais seja, na melhor das hipóteses, tênue, a assim chamada Casa de Julieta é interessante para os próprios turistas: Cerca de meio milhão de turistas visitam a cidade todo ano, muitos apaixonados e ansiosos em repetir as cenas de sacada. Para conhecer a história real, visite a Arena Romana, a mais bem preservada e a terceira maior que ainda existe no mundo.

Nápoles
A romântica Nápoles, duas horas ao sul de Roma, é a maior cidade do sul da Itália. A cidade tem alguns dos melhores teatros e óperas do mundo e muitas vezes é referida como "museu a céu aberto", devido a seus vários monumentos e estátuas históricas Junte-se às famílias no calçadão para ver o pôr do sol na Baía de Nápoles. No Museu Arqueológico Nacional, veja os achados de Pompeia e Herculano, destruídas pelo Monte Vesúvio em 79 d.C., ou deleite-se com a arte e a arquitetura do Museo Cappella Sansevero, construído no fim do século XVI.

Milão
A moda é um grande negócio e um grande atrativo em Milão, desde as luxuosíssimas lojas do Quadrilatero d´Oro até as butiques com preços mais razoáveis do Corso Buenos Aires. Mas há muito mais para fazer e ver, como o ornamentado Duomo di Milano, a famosa ópera La Scala, museus, galerias de arte e elegantes palazzos. Aficionados por Leonardo da Vinci podem agendar uma visita a "A Última Ceia" e ir ao Museo Nazionale della Scienza e Tecnica para ver modelos e desenhos técnicos de Da Vinci.

Florença
Florença é a cidade renascentista famosa por sua arte e arquitetura. Você encontrará história e cultura por toda parte, integradas às muitas praças, bonitas igrejas e museus fascinantes da cidade. A espetacular Galeria Uffizi abriga trabalhos de mestres como Ticiano, Botticelli, Michelangelo e da Vinci. Não perca o Duomo, símbolo de Florença, nem o pôr-do-sol no rio Arno. E lembre-se de visitar a região de Chianti bem ao sul da cidade para provar seus vinhos famosos.

Sicília
A maior ilha do Mediterrâneo é separada do continente pelo Estreito de Messina. De relevo montanhoso, a costa da Sicília e suas pequenas ilhas ficam aos pés de vulcões, como o Etna, o Stromboli e o Vulcano. Gregos, romanos, normandos e catalães deixaram suas marcas na forma de palácios bizantinos, castelos góticos e barrocos que surgiram em Palermo, a capital da ilha. A maioria das cidades maiores oferece museus interessantes, mas o Etna e os templos helênicos em Agrigento são lugares especialmente interessantes.

Bolonha
A capital da região Emília-Romana, Bolonha oferece muitas atrações históricas e gastronômicas. Lar da universidade mais antiga do mundo (a Universidade de Bolonha que remonta ao século XI), a cidade também é considerada a capital gastronômica da Itália. Sua cozinha (a culinária Bolonhesa) é famosa em todo o mundo. O centro da cidade de Bolonha, um dos maiores e mais bem preservados da Europa, é famoso por seus belos pórticos – há mais de quilômetros só no centro – e sua magnífica Piazza Maggiore para pedestres.

Genova

Com uma história longa e importante que se estende por vários séculos, a cidade portuária de Genova é a sexta maior da Itália e a mais velha da Europa. Via Garibaldi (anteriormente conhecida como Strada Nuova) é famosa por seus vários palácios barrocos. A cidade também é famosa por suas "carruggi" (passagens estreitas). A Piazza de Ferrari, a praça principal, abriga o Palace of the Doges e o Teatro Carlo Felice; o local de nascimento de Cristóvão Colombo fica perto. Vale a pena visitar o Acquario di Genova, o maior aquário da Europa.



Créditos: Fotos e texto: casamentoclick.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A coisa mais difícil de ver é precisamente o que está diante dos seus olhos. Goethe

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...