quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Oráculo das almas

O Universo conspira a seu favor. Izabel Telles e Rubia A. Dantês oferecem um interativo que irá ajudar a tirar as pedras do percurso de sua caminhada evolutiva. Escolha a "sua mandala"



Exercício para a solidão:
Tenho ouvido muitas pessoas se queixarem de solidão. E a maioria destas pessoas não está na terceira idade. São jovens - até adolescentes - que não conseguem encontrar uma turma, ou mesmo alguns amigos e especialmente o verdadeiro parceiro ou parceira que lhes complete e agrade. Claro que muito disso tem a ver com o mundo em que vivemos, com a violência das grandes cidades, com a indústria da beleza que forja a cada dia ídolos perfeitos que nos tornam, comparativamente, pessoas imperfeitas e projetadas para fora deste mundo de ilusões.

Criei para vocês que sentem solidão, um exercício que tem funcionado muito.
Se quiser tentar é só sentar, fechar os olhos, respirar lentamente três vezes...
Veja, sinta, ouça, imagine ou faça de conta que você está sentado numa praia de frente para o mar. Observe o mar e veja como ele está seco. Sem água, sem barcos, sem peixes, sem pessoas, sem vida. Esta imagem representa a solidão. Respire uma vez e sabendo que você tem o poder de transformar, veja este mar repleto de água, de barcos, de peixes, de pessoas e de vida. Entre neste mar e participe então desta festa. E sabendo que você não está mais sozinho, respire e abra os olhos.

Exercício para o medo:

Começando pelo medo, gostaria de lembrar que o medo tem, como tudo na vida, sua face positiva. É ele, por exemplo, que nos impede de atravessar apressadamente uma avenida movimentada. Mas, na sua face negativa, o medo nos paralisa, emitindo falsos alarmes de que nossa vida corre perigo. E sentimos medo de sair de casa, de andar na rua, de frequentar lugares, de estar com pessoas, de iniciar ou romper um relacionamento.Tudo e todos passam a ser uma grande ameaça, fazendo de nossas horas verdadeiros momentos de descarga de emoções negativas.Se este é o seu caso, sugiro que faça este exercício ao acordar e ao deitar, por 21 dias.Vamos lá?

Sentado, feche os olhos, respire 3 vezes lentamente e lembre-se que sua intenção é pôr fim ao medo. E veja, sinta, perceba ou imagine que você está andando num imenso parque onde se sente pequenino e imagine que um dinossauro gigantesco vem se aproximando de você. Respire uma vez e sabendo que esta espécie cruel, predadora e destruidora simboliza seu medo, veja ou imagine um poderoso raio exterminador vindo do céu. Este raio fulmina o dinossauro e no seu lugar coloca um animal-guia que conduz você até um lugar seguro. Sentindo-se livre do medo e protegido pelo seu animal-guia, respire e abra os olhos quando puder.

Exercício para a dúvida:
A dúvida tem o mesmo poder devastador da culpa. Certo o ditado que diz, mais vale uma má escolha do que não escolher. Isso porque a dúvida consome muita energia da nossa mente impedindo que usemos toda a nossa força para focar a oportunidade que temos pela frente e caminhar para ela. A dúvida nos prende ao que já conhecemos impedindo que arrisquemos novas situações, fazendo com que, muitas vezes, nosso crescimento como seres humanos seja estancado pelo medo de não acertar ou escolher o pior, ou mesmo ter que sair de uma situação cômoda. Se você sente dúvidas, aqui está um exercício que pode ajudá-lo:


Pensando na dúvida que está vivendo, veja, imagine, perceba ou faça de conta que na sua frente existem sete portas fechadas. Conte estas portas e decida-se por uma delas. Vá correndo em direção dela e abra esta porta. Veja ou imagine então uma estrada clara e perfeita. Entre nesta estrada iluminada e imagine na sua frente a melhor imagem daquilo que busca na vida. Então respire e abra os olhos quando puder.

Exercício para as mágoas:
O próximo exercício vai falar sobre as mágoas. 
A sensação de estar magoado, na maioria das vezes, vem da frustração das nossas expectativas. O ser humano é especialista em projetar seus desejos nas mãos de outras pessoas. Quantas vezes você já ouviu alguém falar: preciso alguém que me ame, como se esta pessoa, ao dizer isso, confessasse que ela não é capaz de amar a si própria. E quando o outro não consegue realizar os nossos desejos (que é o que acontece quase sempre), nos sentimos magoados, contrariados em nossa intenção. A partir daí temos a decepção e como conseqüência natural, as mágoas.Se você sente isso, recomendo este exercício por 21 dias. Faça ao acordar e antes de dormir. 




Sentado, olhos fechados, respire três vezes lentamente e imagine-se subindo uma gigantesca montanha carregando nas costas uma pesada mochila cheia de pedras pretas. Perceba o peso desta mochila, e o quanto ela torna seus passos lentos e atrasa a sua viagem. Estas pedras representam suas mágoas. Chegue ao topo desta montanha, abra a mochila e vá jogando uma a uma as pedras que estavam dentro dela. Dê a cada pedra o nome da pessoa ou da situação que lhe causou a mágoa. Perceba que a cada pedra que joga uma flor brota no seu coração. Quando sentir que a mochila está vazia, jogue-a para baixo e com seu coração florido, sorria e abra os olhos quando puder.


Exercício para a limpeza da mente:

Uma vez por semana recomendo que você faça uma faxina na sua mente tirando tudo que a intoxica: pensamentos negativos, obsessivos, mágoas, raiva, pensamentos obscenos, abusivos, vinganças, fofocas, enfim, todo este lixo intoxicante que ocupa o lugar da criatividade, do novo, da luz e da paz.
Proponho então que faça, independente do exercício que escolheu para praticar por 21 dias, o exercício para a limpeza da mente. Vamos a ele:



Veja, sinta, perceba, ouça ou imagine cobras e lagartos saindo da sua mente. Veja estes répteis sendo queimados numa terra distante e imagine agora que sua mente está sendo lavada com a água mais pura e cristalina do planeta por mãos divinas e delicadas. Com a mente limpa e purificada, respire e abra os olhos quando puder.



Instruções
Exercícios rápidos com a imaginação podem ser uma forma eficiente de aliviar estados emocionais desagradáveis.
Mas preste atenção porque existe uma maneira de fazer estes exercícios:
  • Esteja sempre sentada(o) com os pés bem apoiados no chão.
  • Esteja com os olhos fechados e só os abra no final do exercício.
  • Não toque em nenhuma parte do corpo enquanto faz o exercício, mesmo que a instrução do mesmo sugira isso. É para fazer tudo com a imaginação.
  • Pratique respirações lentas e suaves, primeiro expirando pela boca e depois inspirando pelo nariz.
  • Nunca faça estes exercícios dirigindo ou fora de um ambiente calmo e seguro onde você possa estar protegida(o).
Faça um tema de cada vez por, no mínimo 21 dias, ao acordar e antes de deitar.


Créditos: Somos Todos Um

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A coisa mais difícil de ver é precisamente o que está diante dos seus olhos. Goethe

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...